No dia 31 de julho o governo cortou mais R$348 milhões da educação para precarizar o ensino público. O governo apresenta como uma saída orçamentária para a crise, a qual ele mesmo aprofunda, o projeto FUTURE-SE que propõe “autonomia financeira” para as universidades públicas.

Significa que as empresas poderão introduzir dinheiro nos fundos patrimoniais da universidade. Nós sabemos bem que quem paga a banda, escolhe a música! É a ameaça à liberdade de produção do conhecimento já que a empresa tende a não investir onde ela não vá ter retorno lucrativo. É a destruição da produção de conhecimento para soberania nacional, é a destruição da educação pública e gratuita. Não tem nada de futuro. Queremos financiamento público pra educação pública!

Ao mesmo tempo, no Congresso Nacional já foi aprovada em 1º turno a PEC 6/2019 da Reforma da Previdência que fará com que a previdência pública e solidária deixe de ser um direito constitucional como garantia para o povo brasileiro.

A juventude já deu o recado nos dias 15 e 30 de maio. Em julho, durante o 57º Congresso da UNE, milhares de estudantes ocuparam as ruas de Brasília junto com trabalhadores para dizer que não vamos aceitar a destruição do nosso futuro. É responsabilidade das entidades estudantis como, a UNE, UBES e ANPG mobilizarem suas bases para engrossar o caldo nas ruas.

É possível barrar os ataques à educação e a reforma da previdência. É a força do povo na rua que poderá defender os nossos direitos! É por isso que voltaremos às ruas no dia 13 de agosto, Dia Nacional de Mobilização em defesa da Educação e da Aposentadoria.

É hora da juventude do PT jogar toda sua força nas ruas. Junte-se a Juventude Revolução do PT na mobilização para esta data, vamos organizar assembleias nos cursos, debates, colagem de cartazes, panfletagens, confecção de faixas que ajude a levar, mais uma vez, milhares de estudantes para as ruas do nosso país e barrar o retrocesso!

BAIXE AQUI NOSSOS MATERIAIS 👇

TODOS AO 13 DE AGOSTO: Não aos cortes e à reforma da previdência! Nenhuma adesão ao “Future-se”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *