RUMO AO 57º CONUNE: O que levar?

RUMO AO 57º CONUNE: O que levar?

Faltando uma semana para o 57º Congresso da UNE que acontecerá entre os dias 10 a 14 de julho na UnB, fica sempre aquela dúvida sobre como se preparar para a viagem. Por isso, a JRdoPT fez a seguinte lista para ninguém se enrolar na preparação da mala e chegar com tudo pronto para debater muita política e disputar posições que ajudem a entidade a organizar a luta daqui pra frente! O que levar? 1 – Documento com foto (obrigatoriamente); 2 – Roupas confortáveis e de frio (DF quente de dia, frio de noite); 3 – Tênis e chinelo; 4- Cobertor, travesseiro, COLCHÃO (pra ninguém dormir no chão), barraca (pra quem quiser ficar mais à vontade); 5 – Toalha; 6 – Kit higiene (escova e pasta de dente, sabonete, DESODORANTE, shampoo, absorvente etc); 7 – Remédios (p/ dor de cabeça, cólica, alergia, anticoncepcional etc)Bandeiras, faixas, camisas do PT e da UNE; ATENÇÃO 1: BANCA DA JRdoPT! O CNJR disponibilizará na banquinha: venda de botons e camisetas da JRdoPT (R$20,00). ATENÇÃO 2: CAMISETA UNE É PRA LUTAR! Orientamos TODAS as delegações a levarem camiseta sem estampa para fazermos oficina de stencil com a arte da UNE É PRA LUTAR! Alimentação? Será fornecido café, almoço e janta pela infraestrutura do evento, mas é bom levar uma bolacha, água, amendoim, café, chimarrão (pros gaúchos), etc, principalmente se consumir algum alimento específico, num geral vai ser fornecido pelo evento. Onde será o Encontro? Os debates acontecerão na Universidade de Brasília e a plenária final no ginásio Nilson Nelson. Quando chegar? Chegada: as delegações são orientadas a planejar sua viagem de forma que possam estar na abertura do Congresso (quarta-feira). Importante: avise com antecedência o horário de chegada: Sarah – (61) 9 8218.8646  email: [email protected] Alojamento? A JRdoPT ficará no alojamento da Juventude do PT – JPT. Para maiores informações de local entrar em contato (61) 9 8218-8646. Tudo certo? Anotado? Nos vemos em Brasília!

Ato pela liberdade de Luisa Hanune

Ato pela liberdade de Luisa Hanune

A Juventude Revolução do PT se solidariza com a luta pela liberdade de Luisa Hanune – dirigente do PT Argelino. A sua prisão que é política foi determinada por um tribunal militar que ocorreu às vésperas de grandes manifestações de massa pelo “fim do sistema” que ocupam as ruas de Argel, capital da Argélia. Convocamos todos os jovens à se somarem no ato em frente à embaixada da Argélia em Brasília.

11 de junho na Argélia: Os estudantes outra vez nas ruas!

11 de junho na Argélia: Os estudantes outra vez nas ruas!

Em todas as cidades da Argélia, uma vez mais, os estudantes foram às ruas. E pela décima sétima terça-feira consecutiva. Em Argel, eles eram dezenas de milhares a se manifestar apesar do gigantesco aparato policial que bloqueava os acessos à praça em frente ao prédio principal dos Correios. A palavra de ordem em todas as manifestações estudantis é, em primeiro lugar, o rechaço ao “diálogo” chamado pelo presidente em exercício e a exigência de que ele caia fora!Muitas palavras de ordem também questionam o papel do chefe do Estado Maior (das forças armadas, NdT): “Estado civil, chega de regime militar!” Publicado originalmente no jornal Informations Ouvrières

Juventude do PT manda recado para as declarações do governador da Bahia Rui Costa

Juventude do PT manda recado para as declarações do governador da Bahia Rui Costa

A Juventude Revolução do PT publica abaixo a nota nacional da JPT repudiando as declarações do governador da Bahia, Rui Costa (PT). Na contramão do mandato que recebeu, o governador defendeu que mensalidade em universidade pública não pode ser um tabu. A nota da JPT demonstra que a juventude do partido está atenta e defende a educação pública e GRATUITA Confira as notas: 📜 JPT Nacional | 📜 JPT Bahia

A UNE bajulando o STF?!

A UNE bajulando o STF?!

Depois de assinar documento em defesa do tribunal, agora visita Toffoli A matéria abaixo foi publicada originalmente no Jornal O Trabalho, edição nº 846, órgão da Corrente O Trabalho do PT, seção brasileira da IV Internacional. Foi escrita por nosso camarada Hélio Barreto, diretor de assistência estudantil da UNE e membro do Conselho Nacional da Juventude Revolução do PT. No último dia 25 a mesa diretora da UNE – a presidente (UJS, ligada ao PCdoB), a vice (Levante, ligada a Consulta Popular) e a secretaria geral (Kizomba, ligada a DS PT) -, esteve no Supremo Tribunal Federal (STF) para uma audiência. A matéria no site assinada pela presidente Mariana Dias diz que foi um “diálogo institucional para defesa da democracia e da Constituição de 88”. Não está errado pautar institucionalmente as demandas do movimento como autonomia universitária desrespeitada pelo governo, a garantia das liberdades democráticas, as ameaças contra UNE, etc. O que não dá, é usar deste pretexto para defender o STF que segundo Mariana, que já assinara manifesto em defesa desta instituição, é o “guardião da Constituição Federal”. Mas com que mandato afirma tal posição? Porque não exigiram a Liberdade de Lula, conforme decisão dos fóruns da UNE? Na verdade, Mariana estava expressando a posição de seu Partido, o PCdoB.  Como explica Ricardo Capelli, ex-presidente da UNE, refletindo a posição do PCdoB, “defender o STF é a tarefa democrática do momento”. Mariana diz que a defesa da democracia é marca da UNE que teve “dirigentes mortos, torturados e perseguidos pela ditadura civil-militar”. Correto.  Mas, não foi esse “guardião da democracia” que anistiou torturadores do regime militar que assassinaram dirigentes estudantis como Honestino Guimarães e Edson Luís? Não foi este tribunal que, sob a luz da Constituição de 88, coordenou os trabalhos do golpe do impeachment contra a Dilma e, agora seu presidente, Dias Toffoli, bajula  Bolsonaro  que está saqueando o país e retirando direitos? Ora, o STF está mais para guardião dos golpes de estado e do atropelao dos direitos constitucionais conquistados nas lutas. Por isso Lula é mantido preso, com a anuência do STF.Na defesa da democracia, a tarefa da hora é lutar pela liberdade de Lula, e não bajular o STF, o supremo tribunal do podre poder Judiciário que o condenou sem provas.

Plenária do PT em Portão – RS organiza a agenda de lutas

Plenária do PT em Portão – RS organiza a agenda de lutas

A Juventude Revolução do PT esteve presente na plenária do PT em Portão – RS, no dia 01 de maio. Defendemos que essa é a hora de se lançar a dialogar com o povo trabalhador sobre a Reforma da Previdência associando com a luta pela liberdade do Lula. Por isso, a importância das agendas como a Greve Nacional da Educação no dia 15 de maio e a Greve Geral da classe trabalhadora em 16 de junho. É possível derrotar a proposta do governo com a força da mobilização. Foi isso que provou o dia 22 de março. Seguiremos engajados na mobilização entre os jovens em defesa dos nossos direitos ao passo que se prepara o 7º Congresso do PT. Juventude Revolução do PT – RS.

Mutirão do Emprego, em Volta Redonda: o retrato do governo Bolsonaro e a luta por emprego

Mutirão do Emprego, em Volta Redonda: o retrato do governo Bolsonaro e a luta por emprego

Ruas lotadas, trânsito engarrafado, fila quilométrica cortando dois bairros da cidade. Este é o clima do 1° de Maio, dia do trabalhador, em Volta Redonda. Anunciado como um projeto do governo Samuca (PSDB), o “Mutirão do Emprego” é o apunhado de diferentes empresas da região, que estão disposta a contratarem trabalhadores. Há vagas na CSN, Ambev, farmácias, telemarketing, entre outras, com diferentes funções. Sem saber direito em quais condições serão feito esses contratos, pós reforma trabalhista, o que mais chama atenção é o tamanho da fila de espera. Convocado para dia 1° de Maio, como forma de “comemoração” ao dia do trabalhador, haviam dois dias antes pessoas acampando na fila. O número de pessoas dormindo na calçada, no ponto de ônibus, montando barracas ou até mesmo dormindo nos carros, era assustador. É a marca de um Brasil do desemprego, que a cada dia cresce mais e alcança números expressivos. O número de jovens era alarmante! Muitos tentando o primeiro emprego, outros tentando retornar ao mercado de trabalho, o tamanho da fila quilométrica representava o resultado do governo Bolsonaro e os ataques aos trabalhadores. A Juventude Revolução do PT esteve no local, conversando com os jovens, passando o abaixo assinado contra a reforma da previdência e discutindo com os diversos companheiros e companheiras as saídas necessárias para essa situação. O que nos assusta é que essa é uma realidade em todas as famílias de Volta Redonda e região, que sofrem com o alto índice de desemprego, que acaba lançando a juventude à uma desilusão com seu futuro. Esse mesmo governo que ataca os trabalhadores, que aumenta o índice de desemprego, é o mesmo que defende a carteira de trabalho verde e amarela, carteira essa, sem direito trabalhista nenhum! É o mesmo governo que quer sucatear a educação nacional e empurrar para cima dos trabalhadores e juventude uma reforma da previdência absurda que acabará com nosso direito à aposentadoria. Por isso nos juntamos a CUT, no combate à reforma da previdência e os ataques deste governo. No mesmo dia nos dividimos em equipes para coletar assinaturas na porta da igreja e na porta da CSN. Iremos nos manter na luta, organizando a juventude para o combate necessário para que cenas como essas não sejam mais costumeiras. Juventude Revolução do PT – Volta Redonda.

Bloco Lula Livre esquenta o carnaval de Porto Alegre

Na manhã do último domingo (24/03), último dia de programação do Carnaval de Rua de Porto Alegre, houve o desfile ofícial do Bloco “Ai que Saudade do Meu Ex”, bloco construído pela base petista de toda a região metropolitana. A saída do bloco esquentou a capital gaúcha, reunindo centenas de homens, mulheres e crianças que desfilaram e divertiram-se ao som de marchinhas de carnaval e músicas de autoria do bloco e gritos de “Lula Livre” que ecoaram por todo o caminho, desde a concentração. Confira a letra da música do bloco! Ai, que saudade do meu ex Autores: Paulo Viana, Luís Valério e Cado Selbach Ai, que saudade do meu ex Quando é que ele vai voltar A minha é a mesma de vocês Quase um ano mês a mês Esperando ele voltarAi, que saudade do meu ex Que lutou pra nos libertar O povo tá de olho em vocês O que o nosso Lula fez Vocês não vão apagarEu tô doido pra te ver, ô Lula! Tô sonhando em te encontrar na rua Falando com o povo Trazendo esperança Pulsando o coração feito criança.” Eu tô doido pra te ver, ô Lula! Tô sonhando em te encontrar na rua Falando com o povo Trazendo esperança Pulsando o coração feito criança.“ O bloco “Ai Que Saudade do Meu Ex” foi iniciativa de companheiros petistas de Porto Alegre, para poder usar do espaço oferecido na cidade para a celebração desta festa popular brasileira para denunciar a prisão política do ex presidente, e fazer ecoar nas ruas o que já é claro para todos nós: que povo não esqueceu de Lula, que sabemos da fraude que foi sua prisão, e que não descansaremos até obtermos sua liberdade! Compareceram vários sindicalistas, dirigentes da CUT-RS e de sindicatos e federações de várias categorias, como metalúrgicos, bancários, professores, petroleiros, servidores públicos, trabalhadores da alimentação e da saúde etc. Também desfilaram dirigentes e parlamentares do PT e de outros partidos como Henrique Fontana (PT), a deputada estadual Sofia Cavedon (PT) e a ex-deputada Jussara Cony (PCdoB). Apesar da proibição da prefeitura de bandeiras do partido e uso da palavra “petista” no desfile, a folia não parou! Várias pessoas usavam máscaras do Lula, fantasias que remetiam ao ex presidente, faixas e também cartazes e estandartes que pediam “Lula Livre”, “Lula Nobel da Paz” e “Não Mexam na Previdência”, entre outros. O desfile foi finalizado com o reforço da organização do bloco para o compromisso com a campanha Lula Livre, cujo comitê gaúcho está organizando uma caravana para estar no próximo dia 7 de abril, em Curitiba, quando a prisão política do ex-presidente completa um ano. No mesmo dia haverá também o Festival Lula Livre, no Memorial Luiz Carlos Prestes, em Porto Alegre. Durante todo o ano até o momento do desfile, houve reuniões e ensaios para o evento recheados de militantes e simpatizantes da luta. A preparação incluiu uma festa no dia 15/03 e panfletagens do material nas cidades e nas principais universidades da região apresentando o bloco e fazendo a discussão acerca da prisão de Lula. A JRdoPT esteve presente, além de no

Encontro Nacional Lula Livre, rumo ao 07/04!

Encontro Nacional Lula Livre, rumo ao 07/04!

No dia 16 de março ocorreu o “Encontro Nacional Lula Livre”. Esse encontro reuniu diversos militantes, partidos, movimentos sociais e comitês ao redor do país para discutir e organizar a luta pela liberdade de Lula. A Juventude Revolução do PT participou do encontro, pois acredita que lutar por Lula livre é lutar pela democracia no país. Diversos líderes partidários, parlamentares do PT e líderes de movimentos sociais fizeram falas no sentido de aumentar e ampliar a luta por Lula livre a partir de consolidação de comitês Lula Livre, atos de rua, panfletagens e mobilizações. A Juventude Revolução defende que é necessário ligar a luta pela liberdade do Lula com a luta contra a Reforma da Previdência de Bolsonaro, pois as instituições que prenderam Lula são as mesmas que ajudaram a eleger esse governo comprometido em atacar os direitos do povo. Vamos preparar nas ruas o dia 07 de abril por Lula Livre! Danielle de Paula, membro do Conselho Nacional da Juventude Revolução do PT

Juventude Revolução (PT) realiza formações de verão em todo o Brasil

Juventude Revolução (PT) realiza formações de verão em todo o Brasil

Em diversos Estados do Brasil, a Juventude Revolução do PT realizou formações de verão em seus núcleos, com o tema “Resistência frente ao governo Bolsonaro”. Os textos base da formação foram o Manifesto de fundação do PT e o texto “Bonapartismo ou Fascismo?”, escrito por Leon Trotski, um dos líderes da Revolução Russa de 1917. O objetivo é armar nossa militância e os jovens que estão em contato conosco para enfrentar o governo da forma correta. Para isso, é preciso caracterizá-lo precisamente. Confira as fotos abaixo!