Não ao fechamento das escolas estaduais em MT!

Não ao fechamento das escolas estaduais em MT!

O governo Mauro Mendes (DEM), através da Secretaria de Educação Estadual quer fechar duas escolas no estado, a EE Nilo Póvoas em Cuiabá e a EE Virgínio Nunes em Barão de Melgaço, além disso, municipalizar outras 5 escolas. Isso significa na prática diminuir a oferta do Ensino Médio em um estado onde mais de 30 mil jovens estão fora das escolas. Assim como outros governadores, Mauro Mendes está aplicando a política do Bolsonaro em nosso estado. Nacionalmente existe o corte de verbas para a educação, a tentativa de implementação do “Fature-se” (Projeto Future-se) e da Reforma do Ensino Médio, e impulsionam a lei da mordaça. Essas medidas são resultado da política do golpe em 2016 que junto aprovou a Emenda Constitucional 95 (congela por 20 anos o investimento na educação e saúde). Assim, a educação pública é atacada tanto na qualidade, quanto no acesso quando tentam fechar as escolas, por exemplo. No país onde o desemprego jovem bate recordes, o genocídio contra a juventude negra aumenta, como visto em Paraisópolis, a educação sofre cortes, o futuro se torna uma grande interrogação. É preciso resistir e se organizar pelos nossos direitos! Não vamos aceitar o fechamento de escolas e a precarização da educação em Mato Grosso! É inadmissível fechar escolas quando existem tantos jovens fora da escola em MT. A luta em defesa da educação pública precisa ser nacional. Por isso, venha com a Juventude Revolução do PT participar do 43° CONUBES (Congresso da União Brasileira de Estudantes Secundaristas). Na luta contra o obscurantismo e o autoritarismo do governo Bolsonaro combateremos pela formação de uma chapa petista que lute contra os cortes na educação, em defesa da liberdade de organização, contra a militarização das escolas, pela anulação dos processos contra Lula e tenha como perspectiva política o fim do governo Bolsonaro. Núcleo da Juventude Revolução do PT em Cuiabá.

Na luta contra o aumento da passagem do DF, novas filiações ao PT

Na luta contra o aumento da passagem do DF, novas filiações ao PT

Durante a recepção dos calouros da Universidade de Brasília (22/01), a JRdoPT esteve presente com a banquinha para mobilizar contra o aumento de passagens decretado pelo governador Ibaneis Rocha (MDB) cujos valores passam de R$5,00 para R$5,50, de R$3,50 para R$3,85 e de R$2,50 para R$2,75. Ao fazer a panfletagem para o próximo ato no dia 29/01/2020, cuja exigência que levantamos é a revogação do aumento das passagens, estudantes e comunidade que passavam para ver o resultado do PAS (Programa de Avaliação Seriada da UnB) dialogaram com os militantes. Entre esses, tivemos 10 novas filiações ao Partido dos Trabalhadores e assinaturas no abaixo-assinado pela anulação dos julgamentos do Lula. O boletim da JRdoPT também serviu para dialogar com os novos filiados e anunciar o 5º Congresso da Juventude do PT. Essa atividade confirma o ânimo existente entre muitos jovens de se organizar para resistir à tentativa do Bolsonaro de encurralar a juventude em um beco sem saída. Sarah Lindalva, militante da Juventude Revolução do PT no Distrito Federal.

“Vem se filiar com a gente!”

“Vem se filiar com a gente!”

Campanha reivindica autonomia para JPT e prepara Congresso A Juventude Revolução do PT vem organizando uma campanha de filiação ao partido onde reivindica autonomia para a Juventude do PT. A iniciativa busca trazer mais jovens para organizar a luta “pelo fim desse governo autoritário, por um futuro com educação, emprego, esporte, saúde, cultura e lazer”, diz a ficha de filiação utilizada nas atividades. A campanha também prepara participação no 5º Congresso da Juventude do PT (11 a 14/6) que prevê a participação de novos filiados até 10 de fevereiro. Diversos núcleos discutem iniciativas com criatividade no verão. O núcleo de Volta Redonda (RJ), por exemplo, convidou nas redes: “a JR-PT VR tá com banquinha de filiação e venda de brigadeiros na praça ao lado do Bar Cantinho Gourmet!!! Vem se filiar com a gente!”. A atividade ocorreu no bairro Belmonte em local de concentração jovem onde circularam nas ruas com abaixo assinado que exige a anulação dos processos contra Lula. Segundo Estevão, militante do núcleo, “esgotaram todas as folhas do abaixo assinado de tanta adesão. Vários jovens queriam saber da campanha e se interessavam na ideia de se filiar. 6 assinaram a ficha. Foi uma experiência massa”. O resultado positivo da atividade confirma a disposição de setores da juventude para continuar na resistência e, neste movimento, se organizar. Muitos deles buscam o PT. Esse tipo de campanha com ânimo e cara jovem é um bom meio de chegar a milhares que não aguentam mais serem sufocados pelo autoritarismo e obscurantismo do governo Bolsonaro. Para combatê-lo é necessária uma juventude do PT autônoma que integre essa disposição que vários jovens demonstram ao serem abordados nesta campanha. Querem se organizar, pensar e agir com suas próprias pernas, sem autorização de ninguém. Esse ano será marcado pela resistência contra o imperialismo em vários países, como Argélia e Chile, e aqui, contra Bolsonaro, capacho de Trump. No país onde o desemprego jovem bate recordes, o genocídio contra a juventude negra aumenta, como visto em Paraisópolis, a educação sofre cortes, o futuro se torna uma grande interrogação. Resistir buscando organizar a juventude petista na defesa da sua autonomia é um caminho necessário. Por isso tem todo lugar esta campanha de filiação que prepara o Congresso da JPT neste primeiro semestre. Jeffei, militante da Juventude Revolução do PT em Volta Redonda – RJ. Publicado originalmente no Jornal O Trabalho n° 859.

A JR DO PT NÃO PARA!

A JR DO PT NÃO PARA!

Em Cuiabá – MT, teve bate-papo com jovens, coleta de assinaturas pela anulação dos julgamentos do Lula e filiação no PT. Após a primeira reunião do ano, quando a JRdoPT reuniu vários jovens para discutir sobre os desafios que temos pela frente nesse ano e a importância de ter uma juventude do PT autônoma para lutar contra as medidas do governo Bolsonaro autoritário e obscurantista. Também foi falado sobre a luta em defesa da educação pública, tanto em nível estadual contra o fechamento das escolas pelo governador estadual Mauro Mendes (DEM), quanto em nível nacional contra os cortes do orçamento feito por Bolsonaro, além da tentativa de implementação da reforma do ensino médio e do Future-se. A já se ligou que vai rolar o congresso da UBES e que esse é um dos nossos instrumentos de organização da luta a nível nacional. Ao final, decidimos fazer uma banquinha da JRdoPT na porta de uma escola. Mão na massa! No dia 21/01 fizemos a banquinha. Coletamos assinaturas no abaixo-assinado pela anulação dos julgamentos do Lula, afinal, para nós, o que vivemos hoje é fruto do golpe em 2016 que mostrou o tanto que as instituições no nosso país estão apodrecidas e, por isso, sem provas de crime, prenderam o Lula abrindo caminho para o Bolsonaro ganhar e fazer o que ele faz hoje com a juventude. Durante a atividade na porta de uma escola estadual, a recepção foi ótima. Foram 4 jovens que toparam se filiar no PT “nós explicamos a importância do PT como instrumento de luta pelos nossos direitos”. A atividade serviu para mobilizar jovens para a formação de verão da Juventude Revolução do PT “Defesa da autonomia da JPT na luta pelo fim do governo Bolsonaro”. A luta continua, seguiremos fazendo panfletagem na porta das escolas mobilizando para o congresso da UBES, filiando no PT e coletando assinaturas para anulação dos julgamentos do Lula. Vem com a gente! Muriel Alencar, militante da Juventude Revolução do PT em Cuiabá – MT.

Na Lavagem do Bonfim a JRdoPT agita o bloco petista e filia jovens ao PT

Na Lavagem do Bonfim a JRdoPT agita o bloco petista e filia jovens ao PT

A Lavagem do Bonfim, uma das principais tradições religiosas do povo baiano, reuniu em Salvador cerca de 1 milhão de pessoas na caminhada de 8 km no último dia 16/01 (quinta-feira). Como é comum em Salvador, a procissão religiosa, em ano eleitoral, também é marcada como momento de largada das pré-campanhas às eleições municipais. Pela primeira vez o PT se organizou para “colocar o bloco na rua” no trajeto da Lavagem e apresentar suas pré-candidaturas, sua política e sua força expressa por suas centenas de militantes em bloco. A Juventude do PT levantou uma faixa contra os aumentos na passagem de ônibus e reivindicando Passe Livre, em contraponto à política de tarifas abusivas da prefeitura de ACM Neto (DEM). A JR do PT agitou sua bandeira e pela anulação dos processos contra Lula. E apesar de reconhecer e defender os avanços na melhoria das condições de vida do povo soteropolitano no governo Rui Costa (PT), como na mobilidade urbana e no serviço de saúde pública, não abrimos mão dos nossos direitos. Reivindicamos do governador a retirada da proposta de Reforma da Previdência do estado, que ataca direitos do povo trabalhador baiano, além de exigir que o governador não feche o Colégio Estadual Odorico Tavares, tanto através de palavras de ordem quanto em nossos pirulitos. A reivindicação ressoava em nossas palavras de ordem junto a vários jovens petistas e secundaristas: “Ô Rui Costa, vou te dizer, fechar escola não é coisa do PT!”. Essa manifestação de insatisfação na juventude petista organizada, demonstra que a luta pela autonomia da Juventude do PT é fundamental para superar as contradições da política dos governos petistas. Na discussão sobre a necessidade de uma JPT autônoma, que seja sempre ferramenta da luta da juventude pelos seus direitos e por um futuro digno, aproveitamos para filiar 10 jovens ao PT, assim impulsionando a luta rumo ao 5° Congresso da JPT. Pela anulação dos processos contra Lula! Por uma candidatura própria do PT em Salvador que supere as contradições do governo Rui Costa! Ícaro Morais, militante da Juventude Revolução do PT em Salvador.

Comunicado do PT da Argélia sobre o estado de saúde de Luísa Hanune

Comunicado do PT da Argélia sobre o estado de saúde de Luísa Hanune

Informe do Acordo Internacional dos Trabalhadores e dos Povos O Partido dos Trabalhadores da Argélia alerta:O estado de saúde da Luísa Hanune se deteriora. Comunicado do Partido dos Trabalhadores O Partido dos Trabalhadores alerta a opinião pública sobre a situação preocupante de sua secretária geral, Luísa Hanune, que está entrando em seu nono mês de prisão. Desde várias semanas, a cada visita, seus familiares e seus advogados informavam que o estado de saúde de Luísa se degradava. A Direção Nacional do PT, em acordo com sua secretária geral, absteve-se de se pronunciar sobre isso. Mas, diante da persistência e da recorrência desta situação há várias semanas, o PT exprime sua profunda inquietação e responsabiliza os poderes públicos por esta situação e por qualquer consequência ou evolução degradante de seu estado de saúde. O PT lembra que Luísa Hanune foi condenada a 15 anos de prisão, em primeira instância, por um Tribunal Militar, num processo político, sumário e não público. O PT apela às mais altas autoridades do Estado sobre a necessidade de sua libertação imediata e incondicional. Neste momento crucial da vida política, o lugar de Luísa Hanune é estar à frente de seu partido e no meio de seu povo. O PT renova seu apelo expresso por sua libertação, pura e simples, e o fim de de todos os processos contra ela porque ela é vítima da criminalização da ação política. O Secretariado permanente do birô político Argel, 21 janeiro 2020 Nós apelamos a multiplicar as tomadas de posição, as mensagens às embaixadas da Argélia, a organização de delegações às embaixadas e/ou consulados e a tomar todas as iniciativas para tornar pública esta situação, apelando a todas as organizações operárias e democráticas, aos militantes e defensores dos direitos humanos. Há urgência ! MODELO DE MENSAGEM E ENDEREÇO PARA ENVIO: À Embaixada da Argélia em Brasília, Ao governo da Argélia, Com grande angústia e inquietação tomamos conhecimento do agravamento do estado de saúde de Luiza Hanune, Presidente do Partido dos Trabalhadores da Argélia, injustamente encarcerada na prisão de Blida desde 9 de maio de 2019. A vida de Luiza Hanune é responsabilidade do estado argelino ao qual apelamos pela sua liberdade imediata e incondicional. Assina (entidade, dirigente) Observação: Não tem endereço de email para enviar essa mensagem. Por isso, os meios de envio são via correio e FAX. Enviar carta por correio para: EMBAIXADA DA ARGÉLIA EM BRASÍLIA SHIS – QI 9 – Conjunto 13 – Casa 1 CEP: 70.742-900 Enviar FAX: 61-3248-4691 GOVERNO DA ARGÉLIA FAX: 00-213-21-71-79-27 PEDIMOS QUE CÓPIAS DE TODAS AS TOMADAS DE POSIÇÃO E MOÇÕES SEJAM ENVIADAS PARA: [email protected] e [email protected]

Pela revogação imediata do aumento da passagem no DF!

Pela revogação imediata do aumento da passagem no DF!

O governador Ibaneis Rocha (MDB) iniciou ao ano de 2020 cortando na carne dos trabalhadores e jovens do Distrito Federal (DF). O aumento de 10% nas tarifas dos transportes públicos – viagens de longas distâncias, metrô e integração foram de R$ 5,00 para 5,50, ligações curtas de 3,50 para 3,85 e circular interno de 2,50 para 2,75 – não é diferente das políticas implementadas pelo governo Bolsonaro, seguem a mesma lógica: cortar na carne do povo trabalhador para encher o bolso dos grandes empresários. O DF não escapa à realidade do país, os altos índices de desemprego, trabalho informal e uberizado empurra a população à condições de vida cada vez mais degradantes. Com o aumento das passagens vai ser mais difícil sair para procurar emprego, e aqueles que recebem um salário mínimo terão que decidir quais itens cortarão da cesta básica para pagar a condução até o emprego. Para além disso, a disposição espacial das cidades satélites – moradia de muitos que trabalham em Brasília – distante do centro e consequentemente dos museus, teatros, cinemas e demais ambientes de lazer e cultura é um empecilho planejado onde o absurdo preço do ônibus e metrô servirá como mais um funil de acesso. A medida do governador não será aceita de braços cruzados. A resistência começou no ato do dia 14 de janeiro e vai continuar para conquistar a revogação total do aumento e não a migalha dos 5 centavos. É fundamental o engajamento e a direção das entidades estudantis (UNE,UBES, UESDF, DCE e Cas) e dos sindicatos, bem como o PT e outros partidos na construção das mobilizações ramificando o debate e ação contra o assalto que o governador Ibaneis quer impor. A JRdoPT estará junto com os demais petistas, ao lado dos trabalhadores e jovens pela revogação do aumento! BROTA NO PRÓXIMO ATO PRO DESESPERO DO IBANEIS: Quarta – feira: 29/01/2020, às 16h, na Torre de TV. Participe da Juventude Revolução do PT! Filie-se no Partido dos Trabalhadores!

Bolsonaro ataca o emprego da juventude

Bolsonaro ataca o emprego da juventude

No dia 12/11/2019, foi publicada a Medida Provisória (MP) 905 do governo de Bolsonaro, que institui o “Contrato de Trabalho Verde e Amarelo”, alterando a legislação trabalhista, para os jovens de 18 a 29 anos de idade. A situação do emprego na juventude brasileira é grave. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 40,8% dos jovens (18 a 24 anos) fazem parte do grupo de subutilizados (estão desempregados, desistiram de procurar emprego ou tem mais disponibilidade de trabalhar por mais horas na semana). A justificativa do governo Bolsonaro para editar essa MP é melhorar esse grave cenário. Ora, quando o golpista Michel Temer aprovou a reforma trabalhista no Congresso Nacional, o argumento era a melhora do desemprego. Passados dois anos, o desemprego continua o mesmo e os golpistas voltam com o mesmo argumento? Quais são os ataques previstos na MP? A MP publicada por Bolsonaro, na verdade, precariza o trabalho e não vai melhorar em nada a situação da juventude. Uma empresa poderá contratar até 20% do seu quadro de funcionários sob o novo modelo. Vamos aos principais problemas: As empresas não precisarão pagar sua parte (20%) na contribuição para a Previdência Social e Seguridade, o que significa menos dinheiro para o Regime Geral de Previdência Social (RGPS), ou seja, menos dinheiro para sustentar a aposentadoria dos trabalhadores. Ora, o argumento para fazer a contrarreforma da previdência era um “rombo” insustentável nas contas. Os trabalhadores jovens contribuirão, mas os patrões serão isentos. Mais uma vez, Bolsonaro mostra em qual bolso ele quer meter a mão. Os patrões também serão desobrigados a pagar o salário educação! O valor arrecadado com esse direito constitucional é uma das fontes de financiamento da educação básica! Ou seja, menos dinheiro para as escolas públicas! A contribuição no Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) dos empresários, nesse novo modelo, será de 2%. Antes, ele tinham que pagar 8%! Já a multa do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) por demissão sem justa causa será de 20%, se tiver “acordo” entre o jovem e o patrão. Para completar, Bolsonaro e seu ministro Paulo Guedes tiveram a brilhante ideia de financiar esse programa tirando grana do seguro-desemprego! Exatamente isso! Ele vai financiar a contratação de novos empregos, tirando dinheiro dos desempregados! É… a cara nem arde! Enquanto tira do pobre, garante que os patrões e grandes empresários lucrem mais, contratando jovens com baixos salários e sem direitos. É necessário manter a resistência. A unidade contra essa MP é fundamental para combater todos os ataques que anda virão. Só assim poderemos derrotar o governo e abrir uma perspectiva de futuro para a juventude. Rodrigo Lantyer, membro do Conselho Nacional da JR do PT.

JR do PT participa de assembleia estudantil em São Leopoldo (RS)

JR do PT participa de assembleia estudantil em São Leopoldo (RS)

 Nesta sexta-feira, 22/11, a JR do PT, em São Leopoldo (RS), esteve presente no ato em defesa da educação que ocorreu em frente da 2° Coordenadoria Regional da Educação (CRE) e na Assembleia dos Estudantes Leopoldenses, para qual mobilizamos e ajudamos a organizar. A Assembleia tinha o objetivo de fazer com que todos os estudantes das escolas de São Leopoldo pudessem dialogar e tirar atividades de apoio à greve. Participaram diversas escolas com vários estudantes: I.E.E. Pedro Schneider, CEEPRO Visconde de São Leopoldo, E.E.E.M Caic Madezzati, E.E.F Firmino Acauan, E.E.E.M Mello Haydée Rostirolla, E.E.E.F. Doutor João Daniel Hillebrand, E.E.E.F Augusto Meyer, entre outras.   Ao lado dos educadores e seu sindicato, nós, estudantes discutimos sobre a atual situação, o caráter dos ataques promovidos pelo governo de Eduardo Leite no estado do RS, alinhado com a política de Bolsonaro a nível nacional, aos serviços públicos e sobre a organização do movimento estudantil na cidade. Discutimos sobre a greve do funcionalismo público, colocando em evidência a importância do apoio dos alunos secundaristas nessa luta.  Estamos elaborando uma agenda de mobilizações para os próximos dias, juntamente aos servidores públicos em greve.  Núcleo de secundaristas, São Leopoldo (RS). 

Itaberaba (BA): JR do PT discute resoluções da Plenária Nacional

Itaberaba (BA): JR do PT discute resoluções da Plenária Nacional

No dia 20.11, o núcleo da JR do PT de Itaberaba (BA) se reuniu para discutir as resoluções da Plenária Nacional. O debate foi extremamente rico e produtivo. As discussões giraram em torno dos ataques do governo autoritário de Bolsonaro e qual a forma que nós temos de combater este governo. Uma militante disse: “tirar Bolsonaro pra botar Mourão, Maia? Vai resolver o quê?”. E ela tem razão! Seria trocar seis por meia dúzia, como diz o povo. Afinal, o programa de ataques aos direitos seria o mesmo. Resistir a esse governo passa por organizar uma JPT autônoma, sem amarras de parlamentares, tomando suas próprias iniciativas. Os militantes discutiram a necessidade da juventude organizar sua própria luta. Eleições DCE UNEB Por fim, conversamos um pouco sobre as eleições do DCE UNEB. A JR do PT participa da Chapa 2 – Cantos de Renovação, que defende a liberdade de Lula, a luta contra o governo autoritário de Bolsonaro, bem como defende que Rui Costa, governador do PT, deve reorientar sua política e atender os interesses do povo. Rodrigo Lantyer, membro do Conselho Nacional da JR do PT.