A JR DO PT NÃO PARA!

A JR DO PT NÃO PARA!

Em Cuiabá – MT, teve bate-papo com jovens, coleta de assinaturas pela anulação dos julgamentos do Lula e filiação no PT. Após a primeira reunião do ano, quando a JRdoPT reuniu vários jovens para discutir sobre os desafios que temos pela frente nesse ano e a importância de ter uma juventude do PT autônoma para lutar contra as medidas do governo Bolsonaro autoritário e obscurantista. Também foi falado sobre a luta em defesa da educação pública, tanto em nível estadual contra o fechamento das escolas pelo governador estadual Mauro Mendes (DEM), quanto em nível nacional contra os cortes do orçamento feito por Bolsonaro, além da tentativa de implementação da reforma do ensino médio e do Future-se. A já se ligou que vai rolar o congresso da UBES e que esse é um dos nossos instrumentos de organização da luta a nível nacional. Ao final, decidimos fazer uma banquinha da JRdoPT na porta de uma escola. Mão na massa! No dia 21/01 fizemos a banquinha. Coletamos assinaturas no abaixo-assinado pela anulação dos julgamentos do Lula, afinal, para nós, o que vivemos hoje é fruto do golpe em 2016 que mostrou o tanto que as instituições no nosso país estão apodrecidas e, por isso, sem provas de crime, prenderam o Lula abrindo caminho para o Bolsonaro ganhar e fazer o que ele faz hoje com a juventude. Durante a atividade na porta de uma escola estadual, a recepção foi ótima. Foram 4 jovens que toparam se filiar no PT “nós explicamos a importância do PT como instrumento de luta pelos nossos direitos”. A atividade serviu para mobilizar jovens para a formação de verão da Juventude Revolução do PT “Defesa da autonomia da JPT na luta pelo fim do governo Bolsonaro”. A luta continua, seguiremos fazendo panfletagem na porta das escolas mobilizando para o congresso da UBES, filiando no PT e coletando assinaturas para anulação dos julgamentos do Lula. Vem com a gente! Muriel Alencar, militante da Juventude Revolução do PT em Cuiabá – MT.

Na Lavagem do Bonfim a JRdoPT agita bloco petista e filia jovens ao PT

Na Lavagem do Bonfim a JRdoPT agita bloco petista e filia jovens ao PT

A Lavagem do Bonfim, uma das principais tradições religiosas do povo baiano, reuniu em Salvador cerca de 1 milhão de pessoas na caminhada de 8 km no último dia 16/01 (quinta-feira). Como é comum em Salvador, a procissão religiosa, em ano eleitoral, também é marcada como momento de largada das pré-campanhas às eleições municipais. Pela primeira vez o PT se organizou para “colocar o bloco na rua” no trajeto da Lavagem e apresentar suas pré-candidaturas, sua política e sua força expressa por suas centenas de militantes em bloco. A Juventude do PT levantou uma faixa contra os aumentos na passagem de ônibus e reivindicando Passe Livre, em contraponto à política de tarifas abusivas da prefeitura de ACM Neto (DEM). A JR do PT agitou sua bandeira e pela anulação dos processos contra Lula. E apesar de reconhecer e defender os avanços na melhoria das condições de vida do povo soteropolitano no governo Rui Costa (PT), como na mobilidade urbana e no serviço de saúde pública, não abrimos mão dos nossos direitos. Reivindicamos do governador a retirada da proposta de Reforma da Previdência do estado, que ataca direitos do povo trabalhador baiano, além de exigir que o governador não feche o Colégio Estadual Odorico Tavares, tanto através de palavras de ordem quanto em nossos pirulitos. A reivindicação ressoava em nossas palavras de ordem junto a vários jovens petistas e secundaristas: “Ô Rui Costa, vou te dizer, fechar escola não é coisa do PT!”. Essa manifestação de insatisfação na juventude petista organizada, demonstra que a luta pela autonomia da Juventude do PT é fundamental para superar as contradições da política dos governos petistas. Na discussão sobre a necessidade de uma JPT autônoma, que seja sempre ferramenta da luta da juventude pelos seus direitos e por um futuro digno, aproveitamos para filiar 10 jovens ao PT, assim impulsionando a luta rumo ao 5° Congresso da JPT. Pela anulação dos processos contra Lula! Por uma candidatura própria do PT em Salvador que supere as contradições do governo Rui Costa! Ícaro Morais, militante da Juventude Revolução do PT em Salvador.

JR do PT no PED

JR do PT no PED

No último domingo aconteceu em mais de 4951 municípios o Processo de Eleições Direta (PED) do PT. Milhares de petistas foram votar para eleger a nova direção do partido para construir os encontros estaduais e preparar o 7º Congresso. O PED traz para o partido inúmeros problemas. Tira o espaço para as discussões entre os filiados, afinal o que vale é contar garrafinhas (votos). Mas é preciso fazer do limão uma limonada. Foi isso que a JR do PT se propôs a fazer. Aproveitamos o domingo para montar nossas banquinhas de arrecadação e fortalecer as discussões com os filiados e mostrar que é possível ter uma juventude autônoma dentro do partido. Passada essa etapa do PED, preparamos a nossa Plenária Nacional que vai acontecer nos dias 26-27 de outubro em Salvador. Onde vamos discutir a política da nossa organização. Vem com a gente! Confira algumas fotos da nossa participação  👇 

Cuiabá: Preparação para votação na chapa 210 no dia 08/09

Cuiabá: Preparação para votação na chapa 210 no dia 08/09

A Juventude Revolução do PT em Cuiabá já esquenta a preparação para a votação na chapa nacional 210 – Diálogo e Ação Petista no dia 08 de setembro quando correrá a votação no Processo de Eleição Direta – PED do PT que faz parte do 7º Congresso do PT. No dia, fizeram pintura de camisetas para estarmos uniformizados no dia da votação e também uma faixa “pela autonomia da juventude do PT”. Confira, abaixo: Leonardo Rondon, militante da Juventude Revolução do PT no Mato Grosso.

JRdoPT faz abaixo-assinado Lula Livre e filiações ao PT

JRdoPT faz abaixo-assinado Lula Livre e filiações ao PT

O festival Lula Livre em Salvador reuniu cerca de 2 mil pessoas com show de vários artistas e bandas como Chico César, Ana Canhas, Márcia Short, Ilê Aiyê, Cortejo Afro e Nova Era. Aproveitando a ocasião a JR do PT fez uma banquinha de filiação ao partido dos trabalhadores, onde filiamos 14 pessoas e recolhemos inúmeras assinaturas para o abaixo-assinado pela liberdade de Lula. Foi mais uma atividade de mobilização que compõe a preparação do 7º Congresso do PT. Defender uma organização autônoma de juventude petista para estar a postos organizando os jovens filiados, lutando pelas reivindicações da juventude e pela liberdade do Lula. Matheus Mascarenhas, militante da Juventude Revolução do PT na Bahia.

JRdoPT defende chapa em debate no Espírito Santo

JRdoPT defende chapa em debate no Espírito Santo

No último sábado, 24 de agosto, a JRdoPT do ES esteve presente no debate das Chapas Estaduais, em Cachoeiro do Itapemirim (no sul do estado), para representar a chapa 440 – “Unidade em defesa do PT, dos Direitos e da Democracia! Lula Livre!”, que o DAP também compõe, com companheiros sindicalistas, lideranças de bairros, etc. Na oportunidade, o companheiro João Guilherme, representando a chapa estadual e também a JRdoPT e o DAP, expôs sobre a situação política do país, que vive sob um estado de exceção pelo menos desde 2016 e sobre a importância do PT, como a principal ferramenta para a classe trabalhadora e a juventude, que quer resistir. Para isso, a chapa apresenta os 7 pontos também defendidos pelo DAP (chapa nacional nº 210), além da defesa de uma JPT autônoma e de uma Secretaria Negra pro Partido. Situação no Espírito Santo Acrescenta-se a isso, no estado, a defesa de que o PT não entre no governo estadual de Renato Casagrande (PSB) que, dentre outras coisas, defende abertamente a Reforma da Previdência, se absteve no segundo turno das eleições presidências, aplica uma política neoliberal no Estado, contra o aumento do salário dos servidores públicos e ainda, ultimamente, tem determinado o fim do cargo dos trocadores de ônibus, o que irá acarretar em milhares de demissões na categoria! Infelizmente, há diversos setores dentro do partido no Estado que flertam nos bastidores ou que defendem a entrada do PT neste governo! As propostas tiveram imensa aceitação entre os militantes no debate, muitos deles, ao final, nos cumprimentaram e externaram suas concordâncias e se colocando para saber mais sobre as chapas, pegar os materiais e pedir contato. Dentre eles, alguns jovens, que também estavam presentes no local e quiseram saber mais e conhecer a Juventude Revolução do PT. É com a disposição do amplo diálogo que nos concentramos até o dia 08 de setembro em buscar cada vez mais filiados para apresentar a defesa da autonomia para juventude do PT e os 7 pontos do DAP e conquistar votos para a nossa chapa nacional – Diálogo e Ação Petista nº210. Vem com a JRdoPT nessa batalha! João Guilherme, militante da Juventude Revolução do PT no Espírito Santo.

Rumo ao 7º Congresso do PT: “nosso papel é mobilizar e discutir”!

Rumo ao 7º Congresso do PT:  “nosso papel é mobilizar e discutir”!

No dia 26 de julho, acabou o prazo para as inscrições de chapa do Processo de Eleições Diretas (PED) do Partido dos Trabalhadores. A Juventude Revolução do PT participou desse processo em dezenas de chapas do Diálogo e Ação Petista (DAP), envolvendo centenas de jovens em todo o Brasil. “o nosso papel como juventude é mobilizar e discutir as propostas que serão levadas ao congresso.” mILITANTE DA JUVENTUDE REVOLUÇÃO DO PT, NO ESPÍRITO SANTO. Em todas essas chapas, junto com o DAP, estamos defendendo a autonomia da JPT, necessária para que o PT consiga organizar a resistência que se expressa nos jovens. Por isso, defendemos nesse PED ampliar a resistência pelo fim do governo de Bolsonaro, lutando contra a reforma da previdência, o desemprego e em defesa da educação pública e gratuita. Também defendemos a anulação dos julgamentos de Lula, combatendo por um governo encabeçado pelo PT, com Lula Livre para revogar as medidas de Temer e Bolsonaro. Nessa plataforma, defendemos a reforma radical do Estado, através de uma Assembleia Constituinte Soberana que mude as instituições golpistas. Em 2020, o PT deve ter candidaturas próprias nos municípios, onde possível, e com alianças programáticas numa frente antiimperialista com partidos como PC do B e setores populares do PSB, PDT e outros. É necessário fazer o balanço da conciliação dos 13 anos, que impediu o avanço nas medidas em defesa da juventude e do povo trabalhador. Com essa política, é hora de se jogar na campanha com toda a disposição, realizando a mais ampla discussão com o máximo de jovens petistas filiados! Listar os filiados nos locais, ir de casa em casa, conversar com amigos, vizinhos nos bairros e ruas! Sabemos que as regras do PED não nos favorece. Mais que isso: prejudicam o PT, pois é praticamente inexistente a discussão política com os filiados, que são chamados a votar no dia 08.09. Não concordamos com essas regras, mas as respeitamos e entramos no jogo pra ampliar ao máximo a discussão com cada petista. Como disse o jovem Werlis Mota na Bahia: “O Brasil precisa ser organizado! E dentre todos os caminhos possíveis, o PT foi o que mais atendeu a minha necessidade de luta. Sou jovem, gay, interiorano e negro! O PT abraçou todas as minhas causas e agora é minha vez de abraçar o partido como causa maior”. Nessa disposição, a JR do PT inicia a campanha do PED! Mãos à obra! Venha conosco! Rodrigo Lantyer, membro do Conselho Nacional da JR do PT.

Carta aos jovens petistas é entregue para a presidenta do PT no 57º CONUNE

Carta aos jovens petistas é entregue para a presidenta do PT no 57º CONUNE

A Juventude Revolução do PT chegou forte no ato Lula Livre do 57º CONUNE. Centenas de jovens participaram do “ato em defesa da democracia e da liberdade de Lula”. Preso político há mais de 1 ano. A farsa da operação lava jato não mais se sustenta. Sérgio Moro pau mandado, prendeu o Lula pra eleger o Bolsonaro! A JR não para! Durante o ato, a JR do PT aproveitou para apresentar a presidenta do PT, Gleisi Hoffmann, nossa contribuição para o 7º Congresso do PT. A Carta aos Jovens Petistas traz como central a construção de uma juventude do PT autônoma. Uma JPT que organize a luta pelos interesses da maioria oprimida dos jovens brasileiros. É o que precisamos nesse momento decisivo do país.  Não dá pra vacilar! O PT está vivo. Os jovens encontram no PT o ponto de resistência contra os ataques. Não podemos vacilar! Seguimos o combate aqui no Congresso da UNE. Para barrar a reforma da previdência. Contra os cortes. Na defesa dos direitos, da democracia e da liberdade de Lula. “É hora da JPT se lançar na luta sem tréguas para massificar a campanha Lula Livre em cada canto desse país”.

Carta aos jovens petistas

Carta aos jovens petistas

Contribuição da Juventude Revolução do PT ao 7° Congresso do partido A JR do PT decidiu participar do Processo de Eleições Diretas (PED) nas chapas do Diálogo e Ação Petista após debate e incorporação da bandeira da autonomia da Juventude do PT e da defesa de pautas comuns (*abaixo). Até o dia 26 de julho estaremos engajados nesta luta e queremos discutir com vocês a participação nas chapas nacional, estaduais, municipais e zonais. Vem com a gente! No momento que se prepara o 7º Congresso do PT é importante dizer: precisamos de uma Juventude do PT autônoma. Essa é uma questão chave: defender uma organização autônoma da juventude do partido, onde se discuta democraticamente as questões e se decida coletivamente o que fazer e como agir. Ela é necessária para fazermos nossa própria experiência, errando e acertando, buscando se conectar verdadeiramente com a periferia, escolas etc., e aprender a lutar junto com a classe trabalhadora. A JPT não precisa esperar autorização da direção para falar ou agir, muito menos ficar presa na estrutura de gabinetes, mandatos e prefeituras. Sim, é possível. A JPT fez isso quando questionou de bate pronto a declaração do governador da Bahia, Rui Costa (PT), ao defender cobranças nas universidades públicas. Fez certo! Não precisa pedir licença para defender direitos. Fala-se muito de valorizar a juventude no partido, mas infelizmente somos lembrados na hora de cumprir as cotas no PED, quando as chapas são obrigadas a ter certo número de jovens para se inscrever. Como se fôssemosobjetos para cumprir regras burocráticas. Como Juventude do PT, queremos ser parte viva do partido nas lutas sociais por emprego, pela vida, por educação pública e direito ao futuro digno com aposentadoria pública e solidária, sobretudo porque o desemprego já alcança 25% dos jovens, os cortes na educação atingem escolas e universidades, e aumenta violência da PM e do tráfico nas periferias. Queremos participar dos debates e decisões sem amarras. Aprendemos com os mais experientes, sem dúvida, mas também podemos ensinar e contribuir com nossa disposição e ousadia. Queremos ajudar o partido no que for preciso, mas questionando o que não concordarmos. Por exemplo, não somos obrigados a defender alianças com setores das oligarquias ou de partidos burgueses nas eleições em nome da tal “governabilidade”. Queremos autonomia para combater o genocídio da juventude negra pelas PMs, independente do governo que esteja no poder. A JPT deve ter reuniões periódicas para discutir, por exemplo, a intervenção nos congressos como o da UNE. A ação unitária dos jovens do partido, respeitada a pluralidade das correntes e grupos internos, é o caminho para disputar a UNE e recolocá-la na linha de frente das lutas estudantis. A fragmentação da JPT nesta disputa só interessa aqueles que dominaram a direção da entidade há 30 anos e, agora bajulam o STF, essa instituição antidemocrática que mantém Lula preso. A JPT pode ser um verdadeiro ponto de apoio para aqueles que querem lutar contra as medidas desse governo autoritário, obscurantista e entreguista de Bolsonaro, lambe-botas de Trump. Defendemos a JPT viva na resistência,