Após décadas, Chile aprova gratuidade do ensino superior

Após décadas, Chile aprova gratuidade do ensino superior

Após décadas sob um sistema educacional construído na ditadura de Augusto Pinochet, o congresso Chileno aprovou no dia 24 de janeiro, a lei do ensino superior que estabelece a gratuidade universal. Vigente desde 1980, o sistema educacional chileno tirou a responsabilidade de fornecer uma Educação pública, gratuita e de qualidade. Destruiu as universidades públicas e jogou a formação superior nas mãos da iniciativa privada com uma das mensalidades mais caras do mundo.

Delegações UNE É PRA LUTAR se dirigem pra CONUNE em BH

Delegações UNE É PRA LUTAR se dirigem pra CONUNE em BH

Acontece durante os dias 14-18 de junho, em BH, o 55º Congresso da União Nacional dos Estudantes (CONUNE). A UNE completa 80 anos em 2017 e tem uma tarefa muito importante neste momento grave, se colocando a serviço da resistência. Com 80 delegados eleitos na base, e dezenas de observadores, as delegações UNE é pra Lutar! começam a sair dos seus estado e algumas já começam a chegar, como é o caso das delegações de Alagoas, Bahia e Espírito Santo. Durante o resto do dia e nos próximos dias, estão previstas as chegadas de mais delegações de todos os estados que fizeram o combate tanto para a eleger os delegados quanto para garantir a presença no congresso através de arrecadações independentes de partidos, ONGs, empresas, afinal, quem paga a banda escolhe a música e para colocar a UNE pra lutar, ela tem que tocar sua própria música! A crise política se aprofunda. Os golpistas se uniram para tirar a presidente Dilma (PT) do poder, mas depois da demonstração de força da classe trabalhadora na greve geral do dia 28 de abril, se desentendem sobre quem deve governar, Michel Temer ou outro, pois não sabem quem tem as condições de prosseguir as reformas e retirada de direitos, o principal objetivo do golpe. Seguem com a disposição, entretanto, de atropelar os direitos de estudantes e trabalhadores. Mesmo nas cordas, mesmo chafurdados na lama, Temer e o congresso avançam sobre os direitos estudantis, dos trabalhadores e sobre a soberania nacional, atendendo aos interesses do capital internacional, enquanto o Judiciário atropela a democracia e avança um estado de exceção no Brasil. É com este entendimento, pela defesa dos direitos, pelo Fora Temer, Diretas já e Constituinte pra mudar, que a tese UNE é pra lutar!, impulsionada pela Juventude Revolução, vai fazer o combate dentro do CONUNE. Serão 5 dias de discussão política e construção de um movimento estudantil forte e a serviço da resistência contra o golpe! PH – Militante da JR-AL Ao longo do congresso estaremos atualizando o álbum.   Participação da Juventude Revolução no 55º Congresso da União Nacional dos Estudantes.O CONUNE acontece num grave… Publicado por Juventude Revolução em Quarta, 14 de junho de 2017

Em Arapiraca, a tese UNE é Pra Lutar elege seus delegados

Em Arapiraca, a tese UNE é Pra Lutar elege seus delegados

Durante os dias 24, 25 e 26 de abril, os estudantes da UFAL Campus Arapiraca elegeram seus delegados para participação no 55º CONUNE que acontecerá nos dias 14-18 de junho em Belo Horizonte – MG. A disputa contou com a participação de 4 chapas: Chapa 01 – Une é pra lutar; Chapa 02 – Vem quem tem coragem; Chapa 03 – Ocupa UNE; Chapa 04 – Fazendo sua parte pela coletividade.

Eleição DCE UNB: os estudantes elegeram o Fora Temer e Nenhum Direito a Menos!

Eleição DCE UNB: os estudantes elegeram o Fora Temer e Nenhum Direito a Menos!

Após 5 anos de gestão da Aliança pela Liberdade (gestão de direita) na Universidade de Brasília, mais de 12 mil estudantes foram às urnas, nos dias 5 e 6 de abril, para derrotar o projeto privatista de universidade que compactua com o golpismo e com a retirada de direitos que ataca em cheio a nós, jovens e estudantes. A ameaça contra o caráter público e gratuito da universidade, a reforma da previdência o congelamento de gastos na educação, reforma no ensino médio, demandam de nós estudantes muita mobilização. Por isso, os estudantes da UNB decidiram por fim aos anos de paralisia do movimento estudantil e abrir ala para um programa que deixe bem claro de qual lado está, o lado da defesa dos direitos e da luta por mais conquistas.

Sob pressão, Câmara rejeita proposta de cobrança na pós-graduação nas universidades públicas

Sob pressão, Câmara rejeita proposta de cobrança na pós-graduação nas universidades públicas

Desde o carnaval, passando pelo dias de luta das mulheres e passando, principalmente, pela resposta dos trabalhadores e juventude no dia 15 de março, o governo golpista de Temer, sentiu, mais do que nunca, que os trabalhadores e juventude não irão aceitar nenhum direito a menos. Isso ficou claro com a tentativa de manobra do golpista, ao tentar dividir os trabalhadores, quando tirou servidores públicos, do pacote da reforma da previdência, mas não deixando de atacá-los, mas passando essa responsabilidade para os estados e municípios. Esse recuo deu mais um indício!

Em Arapiraca, JR realiza debate contra a reforma da previdência

Em Arapiraca, JR realiza debate contra a reforma da previdência

Na última quinta feira, dia 30 de março, o núcleo de Arapiraca da Juventude Revolução realizou debate no Campus da UFAL Arapiraca sobre os efeitos da contrarreforma da previdência para a juventude e classe trabalhadora. A atividade contou com a participação de dezenas de estudantes que ficaram concentrados no pátio da universidade acompanhando atentamente a discussão realizada pelo Professor de História da UNEAL e dirigente da CUT-AL Luiz Gomes.

Solidariedade ao presidente da FATEC! Abaixo a repressão!

Solidariedade ao presidente da FATEC! Abaixo a repressão!

Enquanto tentava passar em sala, cumprindo o seu mandato, o presidente do DCE da Faculdade de tecnologia de São Paulo (universidade pública estadual) foi detido pela PM numa ação truculenta, acionada pelo diretor da unidade do Ipiranga. Henrique domingues foi detido ao mobilizar os estudantes contra a tentativa do governo estadual de discutir no conselho estadual de educação a aprovação de pagamento de mensalidades na FATEC. O fato é grave e acontece num momento em que aumenta a cada dia o estado de exceção, protagonizado pelo judiciário. Henrique tem nossa solidariedade irrestrita contra a repressão! Não à criminalização do movimento estudantil!