Publicamos abaixo o Boletim do comitê Justiça para Anderson Luís,do qual faz parte a Juventude Revolução, e que se  soma a exigência: Queremos Amarildo vivo!

Anderson foi militante da JR quando jovem, era militante do Partido dos Trabalhadores e se tornou presidente do sindicato dos Laticínios no Rio de Janeiro, quando foi assassinado em 2006. O Crime já completou 7 anos sem apuração, pela mesma PM, que agora sumiu com o Pedreiro Amarildo.

O Comitê propõe o envio de moções dirigidas a Cabral e Dilma, cobrando o aparecimento de Amarildo. É hora de as moções nas entidades estudantis, sindicatos e organizações.

 

Acesse o documento em PDF

Comitê Justiça para Anderson: Queremos o Amarildo Vivo