A presidente Dilma tem até o dia 25 de maio para decidir se veta ou sanciona o novo código florestal aprovado no congresso depois de larga pressão da bancada ruralista. O que era ruim quando passou pela Câmara do Deputados, ficou ainda pior depois de passar pelo Senado. (veja aqui artigo publicado pela JR em julho de 2011 analisando o projeto aprovado na camara).

Este novo código pretende anistiar aqueles que desmataram até 2008, diminuir a área de reflorestamento obrigatória e acabar com a proteção a matas em áreas urbanas que representem interesse para a indústria entre outras medidas predatórias.

E como têm explicado muitos especialistas, é preciso vetar totalmente este novo código, pois ele tem lacunas importantes, que protegem os desmatadores, o latifúndio, dificultam a caracterização de terras como improdutivas e permitem ampliar o ataque ao meio ambiente, como a descaracterização do que é um manguezal, dividido em áreas que podem e outras que não podem ser desmatadas. O veto parcial faria valer uma legislação cheia de buracos.

O governo orientou votar contra muitas emendas, mas o fato é que o projeto obteve o voto inclusive dos partidos da dita “base aliada” que de aliada não tem nada!

Aliás, o fato em si já serve para desmontar o surrado argumento da governabilidade muito usado para tentar explicar e defender a aliança do PT com partidos das elites como PMDB, PP, PR e outros, que só votam naquilo que tem interesse, mostrando que só há apoio a aquilo que eles mesmos defendem! Se o governo propõe algo que não os agrada a “governabilidade” é cuidadosamente deixada de lado e eles votam como querem!

O PT deve romper com essas alianças e Dilma, eleita com voto dos trabalhadores e da juventude deve fazer alianças com os movimentos populares, com o povo.

É isso que Dilma tem que fazer agora em relação a esse código florestal. É preciso o Veto Total. Medida que com certeza o povo vai apoiar. Nenhuma concessão aos ruralistas e desmatadores deve ser feita, num projeto que de conjunto vai contra os interesses da nação.

Por isso a Juventude Revolução se soma a exigência à Dilma que vete completamente este código florestal!

Luã Cupolillo, é militante da JR em Juiz de Fora-MG

Dilma tem que vetar totalmente esse novo código florestal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *