Fonte: Imprensa Sindipetro Bahia.

Na noite do dia 02 e madrugada do dia 03 da greve dos petroleiros, Petrobrás – RLAM¹ convoca a Polícia Militar da Bahia para tentar desestabilizar o movimento grevista através agressões e arbitrariedade!

Sob orientação do Gerente Geral da Refinaria, que identificou o coordenador do Sindipetro Bahia e Conselheiro de Administração da Petrobrás eleito pelos trabalhadores, policiais chegaram em viaturas policiais tentando atropelar os militantes trabalhadores e dirigentes sindicais que estavam exercendo seu direito de greve. Após a tentativa de atropelamento pela Polícia, Deyvid e outros dirigentes se reportaram aos condutores para solucionar o conflito, quando de forma articulada e programada os policiais provocaram uma cena e forjaram um desacato para levar preso o Conselheiro e coordenador do Sindicato Deyvid Bacelar, o Diretor da CUT-Ba Agnaldo Cosme e Wandaick Costa fotógrafo que acompanha a greve e tem registrado as práticas antissindicais da companhia.

Minutos antes, o fotógrafo tinha registrado a tentativa de Deyvid acessar a refinaria, impedido pela segurança patrimonial da Petrobrás, o dirigente solicitou da polícia que permitisse e viabilizasse seu acesso às instalações da empresa, o que foi negado pelos policiais. Diante desta situação os polícias orquestraram a prisão com o intuito de sumir com a prova de mais uma prática antissindical da Petrobrás!

Os polícias deram voz de prisão aos trabalhadores com o claro intuito de desorganizar a liderança do movimento e sequestrar os registros das práticas antissindicais registradas pelo fotógrafo (confiscaram a máquina fotográfica).

Os trabalhadores não aceitam este tratamento e querem resposta da Petrobrás e Governo do Estado sobre este abuso de poder e autoritarismo!

Diversos dirigentes sindicais acompanham a viatura da polícia militar que está conduzindo os trabalhadores à delegacia de São Francisco do Conde, cidade do recôncavo baiano onde fica sediada a RLAM.

A assessoria jurídica do Sindipetro Bahia já está em deslocamento para tomar as medidas jurídicas cabíveis para garantir a liberdade e o livre exercício da greve pelos trabalhadores!

¹RLAM: Refinaria Landulpho Alves. Localizada em São Francisco do Conde (Região Metropolitana de Salvador, Bahia).

Diretor do Sindipetro Bahia é preso pela PM!