No dia 08/02 os núcleos de Salvador da JRdoPT realizaram a Formação de Verão com o tema “autonomia pra JPT lutar contra o governo Bolsonaro”. A atividade rolou no auditório do Centro de Referência do Parque São Bartolomeu, no Subúrbio Ferroviário.

Além de discutir o texto “Como ganhar a juventude socialista” do Trotsky e a declaração do Comitê Internacional de Ligação, também foi exibido o documentário “Vidas Entregues” que aborda a realidade dos entregadores de aplicativos.

No vídeo fica evidente que cada vez mais trabalhadores, principalmente jovens, estão sendo empurrados para esse trabalho precário por conta da falta de empregos formais. Eles relatam que ganham muito pouco, principalmente quando falta demanda, alguns tem que pagar aluguel da bicicleta ainda. Quando rola acidente não existe nenhum suporte dos apps. Vários relatam que as entregas se tornaram sua principal fonte de renda. Dizem que prefeririam ter a carteira assinada num trabalho formal, com salário digno, acesso a plano de saúde e demais direitos.

Essa aí é a realidade imposta aos jovens pela crise do imperialismo. Uma crise que o Bolsonaro autoritário alimenta quando retira nossos direitos. Precisamos derrotar esse governo pra abrir uma perspectiva de futuro pros jovens.

A JPT precisa de autonomia política pra embarcar de cabeça nessa luta, pra daí estar presente nas escolas e nos bairros combatendo o desemprego, a violência e falta de serviços públicos, lutando ativamente contra o governo Bolsonaro.

Pega o link pro documentário aí:

Ícaro Jesus, militante da JRdoPT Salvador

Doc sobre a uberização na Formação de Verão da JRdoPT em Salvador/BA
Classificado como:            

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *