Organizar a luta da juventude pra resistir

Milhares de jovens se jogaram nas eleições para fazer muita campanha. Haddad teve 44,87% votos quando achavam que o PT estava morto depois do golpe e da prisão do Lula. Bolsonaro teve 55,13% votos numa campanha que apelou para o caixa 2 para bancar uma enxurrada de fake news, incentivo à violência, com a consequência de um jovem assassinado que estava em carreata pró-Haddad.

Posando como antissistema com discurso anti-PT, Bolsonaro já dá sinais que ele veio para cumprir atender aos interesses do imperialismo, ou seja, cumprir aquilo que o Temer não foi capaz de fazer diante da resistência dos trabalhadores e da juventude.

Na composição do seu ministério tem militares, empresários, ruralistas e pastores, sem falar no juiz Sérgio Moro, cabo eleitoral de Bolsonaro, são eles duas faces do golpe. Com impeachment empurraram o país para a crise, destruíram empregos e direitos, destilaram ódio contra o PT e retiraram Lula das eleições porque sabiam que ganharia no 1º turno.

Agora com Bolsonaro, a propagação dos ataques, ameaças e declarações de que “não vai tolerar oposição” são elementos de um governo autoritário que quer intimidar e perseguir quem quer lutar.

Bolsonaro foi apoiado pelas instituições que fizeram vista grossa ao caixa 2 e a violência nas eleições, agora está em busca de apoios da justiça e do congresso de Temer para aprovar suas medidas. Não vamos arredar o pé de defender nossos direitos.

Antes da posse os trabalhos já começaram! Nenhum direito a menos!

Na mesma semana após o 2º turno, no congresso nacional, o projeto de lei da “Escola sem Partido” voltou para a pauta para impedir que estudantes e professores possam expressar o seu pensamento e de se organizar livremente na escola. A resistência da UNE e entidades estudantis e sindicais adiou a votação na comissão, porém todo alerta que está na pauta dos picaretas para o próximo dia 7.

O mercado cobra do candidato eleito que a reforma da previdência seja a principal e mais urgente medida, fato que atingirá especialmente, os mais jovens porque aumentará o tempo para se aposentar. Querem que trabalhemos até morrer! O “capitão” firmou o compromisso, mas a resistência vai continuar contra a retirada do direito da aposentadoria, como já disse o PT e, a CUT afirmou a greve se colocarem pra votar.

Nossa luta não acabou! Seremos resistência por direitos e democracia! 

No fundo, o PT atacado pelo judiciário do, agora ministro Moro, com aval do STF, apoiado pela mídia, ainda é alternativa como se viu o resultado eleitoral. O que sentimos nas ruas de muitos jovens que votaram ou não no PT, é que eles querem ser ouvidos, querem trabalhar, estudar, ter saúde, moradia, querem um futuro digno, não querem morrer nas mãos do tráfico nem da polícia. É com eles que o PT precisa dialogar e resistir para recuperar sua confiança e ajudar a maioria a virar o jogo. Os poderosos tentam destruir o PT desde a ação penal 470 (“mensalão”), passando pelo golpe até a prisão do Lula e não conseguem. Não foi suficiente!

Apesar dos ataques e dos erros ao se afastar da sua base social nos governos de conciliação, o PT resistiu e sai de pé desse resultado. De outro lado, o PMDB e do PSDB, que encamparam o golpe, foram derrotados, mas a ultradireita que ganhou não é uma derrota pro mercado, é pra nós!

É junto com esse instrumento de luta que é o PT que vamos seguir a luta por direitos e democracia! Não dá pra falar em democracia enquanto tivermos Lula como preso político. É necessário encampar uma verdadeira campanha por Lula Livre!

Defenderemos nosso direito à liberdade de expressão contra os absurdos do judiciário impedindo a livre manifestação de ideias nas universidades. Defenderemos o direito de livre debate nas escolas públicas. Defenderemos o direito de organização das entidades estudantis e dos sindicatos. Sem abrir mão da nossa segurança, vamos lutar em defesa de tudo aquilo que conquistamos! Nenhum passo atrás!

É hora de alcançar os milhares que se abstiveram nessas eleições e de todos aqueles que votaram no Bolsonaro, mas se chocarão com ele à medida que o pacote de maldades for anunciado.

Vamos com a juventude do PT organizar a resistência em cada bairro, escola, universidade, local de trabalho.

JUNTE-SE A NÓS!

Conselho Nacional da Juventude Revolução do PT.

ELES NÃO VÃO DETER A CHEGADA DA PRIMAVERA!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *