O núcleo da JR em Juiz de Fora, junto com outras organizações e entidades como a Consulta Popular, o Centro Academico de História da UFJF, a CUT Regional Zona da Mata, está organizando um ato por ocasião dos 33 anos da Lei da anistia, por memória, verdade e Justiça, que vai exigir punição aos crimes da ditadura e discutir a necessidade de revogar a própria Lei da Anistia.

Como explica a convocatória do ato “A lei, que ficou longe de ser aquela reivindicada pelos movimentos populares durante a ditadura militar de 64 a 85, serve ainda hoje para proteger assassinos e torturadores a serviço do regime militar que continuam soltos.
Para não esquecer essa data e debater a necessidade de revogar essa lei, punir os crimes da ditadura, e discutir as instituições herdadas desse regime que continuam existindo na sociedade, causando mal à população, comoa policia militarizada que promove um verdadeiro genocídio da juventude nas periferias, convocamos para um ato no mesmo dia 28/08 às 17:30h no Calçadão da Rua Halfeld em frente ao banco do Brasil!

Só haverá verdade se houver justiça! Punição aos crimes da ditadura

Convidam: Centro Acadêmico de História da UFJF, CUT Regional Zona da Mata, Consulta Popular, Juventude Revolução, SINPRO-JF, Associação de Pós Graduandos da UFJF, AICE NP mov. Hip Hop.”

Em Juiz de Fora ato por Memória, verdade e justiça vai exigir punição aos crimes da Ditadura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *