Na segunda feira (09/07) tomou posse da diretoria do Grêmio Livre do Centro de Ensino Médio 01 do Gama-Df a Chapa Online,reeleita pelos votos da maioria dos estudantes da escola, obtendo um total de 1758 votos.

O processo eleitoral foi amplamente divulgado, contando com a presença e participação maciça dos estudantes nos debates entre as duas chapas cocorrentes que aconteceram nos três turnos. A mesa de debate foi composta por representantes da UMES-Gama, ex diretores do Grêmio e diretores do SINPRO-DF.

“A Chapa Online composta por militantes da JR e diretores da UMES desde o inicio do processo eleitoral fez passagem em salas para agrupar estudantes interessados em lutar para transformar os rumos da Educação. Propôs também a unificação com a galera da Chapa Jovem Cidadão, que foram convencidos por nós no debate que defender o pagamento da APM (Associação de pais e mestres) era defender a privatização e destruição do Ensino Público, e que devemos barrar a cobrança de taxas nas escolas. Passado o período eleitoral é hora de unirmos forças porque no fim das contas o objetivo acaba sendo o mesmo. “Agora os integrantes das duas chapas pretendem trabalhar em conjunto por melhorias na escola e na educação, como relata Beatriz Gomez, conselheira fiscal do Grêmio.

Aconteceram varias reformas na escola depois dos Atos convocados pela diretoria que se reelegeu, foram realizados intervalos culturais com apresentações variadas, debates e cine debates sobre o papel desagregador das drogas, sobre movimento estudantil e a situação do Haiti e foram emitidas várias edições do jornal escolar. A Gestão anterior também esteve coordenando o processo de fundação da UMES do Gama,entidade que hoje é instrumento de luta e convoca manifestações que contam com a participação em peso dos estudantes.

A diretoria do Grêmio continuará representando os interesses do coletivo e executando suas propostas as como saídas de campo, entrada no segundo horário, aulas de teatro e lutando por mais verbas para educação, vagas para todos nas universidades públicas, passe livre irrestrito e ilimitado, estatização do que foi privatizado, soberania dos povos e etc.

Ricardo Cavalcanti – militante da JR-IRJ do Distrito Federal

Estudantes do CG no Gama elegem nova diretoria para o Grêmio estudantil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *