14348714_1032181883561688_1675907908_n

O Colégio Estadual São Paulo, em Volta Redonda – RJ, agora tem seu próprio grêmio estudantil. Em 50 anos de existência da instituição, essa é a primeira organização que responde pelos alunos.
O CESP é uma escola de maioria absoluta vinda da periferia, e com um contingente muito pequeno de alunos, são 180 no total, contando os dois turnos em atividade (matutino e vespertino), por essas questões a escola se encontra esquecida pelo poder público e, passa por várias dificuldades como a falta de merenda e materiais para aula de Educação física.
Além de alguns problemas internos que devem ser esclarecidos pela direção, como uma sala de informática que nunca foi usada, segundo os próprios alunos.

Com base na orientação da Juventude Revolução, um de nossos militantes conhecido como Zézim, que também é estudante do CESP, iniciou a formação de um grêmio.

– A maioria ali, nunca teve um contato com o grêmio. Grande parte, nem mesmo tinha ouvido falar – Então foi necessário fazer um trabalho paciente, de sala em sala, explicando o que era e pra que servia um grêmio.

No dia 15 de setembro de 2016, foi convocada uma assembleia geral, com a presença de 36 alunos dos dois turnos, durante essa reunião eles aprovaram o estatuto e elegeram por maioria dos votos o nome Juventude de Luta, além disso foi formada a Comissão eleitoral que viria cuidar da organização das eleições.
A partir daí foi dada inicio a formação das chapas, de acordo com as regras previstas no estatuto aprovado.
Nosso camarada Zézim formou sua chapa com o nome de Revolução Estudantil, para continuar aplicando a política de um grêmio livre. Na próxima semana sua chapa assumirá a direção do GRES Juventude de Luta.

 

Estudantes fundam grêmio em escola de Volta Redonda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *