Os estudantes da rede estadual de ensino, do estado de Mato Grosso, vem passando por diversas dificuldades relacionadas aos problemas de infra-estrutura nas escolas.

Os recursos destinados pelo governo federal para o funcionamento de aparelhos de ar condicionado no ambiente escolar não vem sendo aplicados. Os aparelhos estão instalados – para não pagamento de multa – mas o ar não funciona, desde o início do ano. No site da Secretaria de Educação (Seduc), o governo contradiz a realidade.

No dia 08 deste mês, os alunos do colégio Médici juntamente com o colégio Liceu Cuiabano, saíram nas ruas da cidade de Cuiabá para reivindicar seus direitos à climatização, principalmente por se tratar de uma cidade de clima extremamente quente, onde o ar condicionado não é luxo, é prioridade!

A  Juventude Revolução esteve no auxílio direto e ativo aos grêmios, e construindo na organização do ato de sexta-feira. Cerca de 150 estudantes fecharam duas das principais avenidas do Centro da cidade, com a palavra de ordem “O calor não nos deixa estudar! Ar condicionado já!”.

A manifestação durou até às 19 horas em frente a umas das escolas, e teve apoio de organizações estudantis e estudantes da universidade federal (UFMT). A mobilização foi feita por meio de vídeo documentário nas redes sociais feito por aluno, e o calendário de ações foi tirado durante a semana. A luta continua, a juventude está na luta e não aceita mais as condições precárias das instituições públicas de ensino.

Estudantes se mobilizam por melhores condições em Cuiabá