A JR Paulista, neste ultimo sábado(29), realizou no sindicato dos petroleiros um seminário do movimento estudantil. Que teve como texto base o manifesto de Córdoba, passou pela discussão da história do ensino superior e do movimento estudantil no brasil e concluiu o dia com a explanação sobre as entidades estudantis (CA´s, DA’s, DCE´s, UNE, UBES, UEE, etc) e encaminhando a luta prática para o Próximo período.

Foi uma atividade muito importante, pois aconteceu em um momento em que os estudantes das universidades públicas e privadas sofrem uma série de ataques. Nas públicas são os cortes de verbas que chegam até a ameaçar fechamento de universidades ou a impossibilidade de pagar a conta de água ou de energia elétrica no final do mês. Nas universidades privadas é o aumento de mensalidades, redução da carga horária, o “novo FIES” e os cortes no Prouni que ameaçam o direito do estudante de concluir seu curso.

E os estudantes presentes deram o tom de como deve ser esse segundo semestre: Organizando a resistência! Discutindo com cada estudante, em cada universidade, construindo as entidades que são as ferramentas de luta da juventude, pois só de forma organizada, em conjunto com a classe trabalhadora, a juventude poderá dar uma resposta a esses ataques e garantir seu futuro!

Essa resistência já começa ao retornar para as universidades e construir a Jornada de Lutas da UNE do dia 14 ao dia 18 de Agosto !

Fora Temer! Diretas Já! Lula com constituinte, em defesa da Educação !

Wesley Rage, militante da JR-SP e diretor da UNE.

Em SP, JR realiza seminário do Movimento estudantil
Classificado como:        

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *