A situação política nacional é marcada por uma insatisfação generalizada. O povo não tolera mais as instituições apodrecidas. As pesquisas indicam altos índices de rejeição, inclusive no Judiciário.

São essas instituições golpistas que atacam a juventude por todos os lados. Com os cortes no investimento em educação, os estudantes sofrem com a retirada de bolsas de assistência estudantil, redução de alimentos nos restaurantes universitários, falta de reforma nas casas estudantis! E isso tudo será agravado pelo teto de gastos, que congelou o orçamento por 20 anos!

Os estudantes das escolas públicas também sofrem com os ataques dos golpistas. João Dória (PSDB) restringiu o direito do passe livre estudantil em São Paulo e cortou o orçamento da educação, limitando a merenda! Em uma escola da Zona Norte, os estudantes foram marcados a caneta para não comer mais de uma vez! Um verdadeiro absurdo!

Eleição sem Lula é fraude!

Essa rejeição indica a descrença do povo. Ao mesmo tempo, na via da resistência cada vez mais amplas parcelas do povo se agarram à única saída possível: Lula presidente! Foi o que mostrou o resultado da caravana de Lula pelo Nordeste. Milhares de jovens estiveram presentes na caravana para declarar seu apoio ao ex-presidente. Foi a expressão prática do que dizem as pesquisas: 40% da juventude quer Lula presidente de novo.

Por isso, um dia após o fim da caravana, Rodrigo Janot, Procurador-Geral da República, em menos de 24 horas, apresentou duas denúncias contra Lula, Dilma e outros petistas. E isso veio junto com o depoimento, sem provas, de Antônio Palocci. Se trata de uma perseguição jurídica para impedir a candidatura de Lula, o favorito nas pesquisas, que se coloca contra as medidas adotadas pelos golpistas.

Fruto da resistência da juventude e da classe trabalhadora e da crise entre os golpistas, representantes da burguesia como Renan e Otto foram à caravana, defender publicamente o direito de Lula se candidatar. Quanto mais amplo for a defesa do direito de Lula ser candidato melhor, mas uma eventual candidatura de Lula não deve se aliar aos golpistas e velhos oligarcas do país. É preciso eleger Lula com uma Constituinte.

Foi o que expressou a Juventude Revolução, quando esteve presente em algumas cidades onde Lula passou. “Para defender a educação pública, Lula com Constituinte!”, era o que dizia um faixa da JR em Quixadá (CE). Sim, por que com esse Congresso é impossível governar para atender as reivindicações da juventude e do povo trabalhador. Uma constituinte soberana SEM senado, com financiamento público EXCLUSIVO, e o voto em lista com um eleitor um voto (ao contrário do que acontece hoje, já que o critério de representação minima e máxima distorce o voto em cada estado). Esse é o caminho para defender a educação pública, revogar as medidas dos golpistas e abrir caminho às reivindicações do povo.

A JR está nessa luta, preparando sua Plenária Nacional (21 e 22 de outubro) que reunirá dezenas de militantes para discutir essa situação e manter o combate pelos direitos dos jovens. Nos ajude a construir! Junte à nós!

Conselho Nacional da Juventude Revolução

Eleição sem Lula é Fraude! Lula presidente com constituinte pra mudar!
Classificado como:                

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *