O Tribunal Regional Federal da 4ª Região acelerou o passo e marcou o julgamento que irá decidir sobre o recurso que a defesa de Lula apresentou contra a condenação sem provas do juiz Sérgio Moro.

De acordo com a média dos processos julgados no TRF4, todos esperavam que o julgamento de Lula fosse realizado em março. Mas os desembargadores resolveram acelerar o passo, marcando para 24 de janeiro. Como disse o insuspeito e odioso capacho da burguesia, Reinaldo Azevedo, comentarista político da RedeTV: “se isso (usar o julgamento para tirar Lula da eleição) não é verdade, não há razão para antecipar. E se isso é verdade, é absolutamente lamentável, por que estaríamos diante de um julgamento de exceção.”.

Sim, ele tem razão, é o estado de exceção do Poder Judiciário, mais uma vez, mostrando a sua face, como fez nos casos da UFSC e da UFMG! Mas não é de se estranhar que o TRF tenha pisado no acelerador para julgar Lula. O relator do processo, desembargador João Pedro Gebran Neto, já tinha até o voto pronto, só ainda não o tornou público! Em poucos dias, ele conseguiu ler 250.000 páginas! Quanta pressa! Deve ter sido uma leitura de tirar o sono…

A verdadeira intenção desse julgamento é impedir a candidatura de Lula para continuar o golpe, que começou no impeachment. O fato é que a classe dominante, os golpistas de plantão não conseguem lançar um candidato à altura e não conseguem consolidar o golpe e suas contrarreformas, pois a resistência da juventude e da classe trabalhadora os impactou.

Agora é a hora de ampliar essa resistência na defesa da candidatura de Lula. Não deixaremos que o Judiciário tire do povo o seu principal candidato! O povo é quem deve decidir o seu presidente! O mês de janeiro promete grandes mobilizações. A Juventude Revolução estará nessa luta, agitando a defesa de Lula com colagens de cartaz, lambes, stencils e pichações.

A única decisão justa no TRF 4 é a absolvição de Lula! Eleição sem Lula é fraude!

Junte-se a nós nessa luta! Venha para a Juventude Revolução!

Rodrigo Lantyer, militante da Juventude Revolução em Salvador-BA.

Estado de exceção acelera julgamento de Lula
Classificado como:                    

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *