No último final de semana, dias 22 e 23 de Setembro, foi realizado o 46º Congresso da União Estadual dos Estudantes de Minas Gerais (CONUEE-MG), na Universidade Federal de Juiz de Fora, que contou com a presença de mais de 300 jovens de todo o estado mineiro. O congresso foi marcado pela disputa acirrada entre os campos, mas também pela unidade que a JPT-MG conseguiu desempenhar. Unidade que já vinha sendo construída há um mês.

Na foto, Deputado Estadual Betão e o Secretário Nacional da JPT Ronald Sorriso

Nós, da Juventude Revolução do PT junto com a Juventude do PT, conseguimos nos inserir no processo nos somando à chapa Frente Brasil Popular colocando pontos tão caro para nós petistas como a luta pelo fim do governo Bolsonaro, por Lula Livre, contra privatizações — como da CEMIG (Companhia Energética de Minas Gerais) — e pela Reestatização da Vale, que passa por fortalecer o ato de 25 de Outubro, em Brumadinho.

Na área da educação, nós batemos na tecla do veto integral ao Programa Future-se, exigindo a não adesão e dizendo não a qualquer negociação ou um projeto de lei alternativo, além da construção e mobilização para os dias 2 e 3 de Outubro, data em que a UNE convoca para uma manifestação nacional contra os cortes.

Também fizemos aprovar uma moção de apoio à liberdade imediata e incondicional de Luisa Hanune, sem contar a moção apresentada por nós e outra organização em repúdio ao assassinato de Ágatha Félix, menina de 8 anos que foi alvejada por um tiro de fuzil da PM-RJ no dia 20, um dia antes do ConUEE.

Juventude Revolução no 46º ConUEE-MG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *