Na manhã de 4 de maio o complexo do Alemão, Zona Norte do Rio, sofreu mais uma ação do BOPE (Batalhão de Operações Policiais Especiais). A ação deixou pelo menos 5 mortos (dentre eles Wesley de Lima Cardoso, que não tinha passagem pela polícia) e outras quatro pessoas ficaram feridas. Diante dos acontecimentos, cerca de 200 mototaxistas iniciaram um protesto às margens da comunidade, utilizando cartazes que comparavam a situação da região com a guerra na Síria.

Essa é mais uma notícia sobre a intensa violência policial que atinge principalmente as camadas mais pobres e marginalizadas da sociedade. A cada 23 minutos um jovem negro é assassinado no Brasil e o crescimento da violência policial contra esses jovens é uma chocante realidade.

Mais uma notícia que traz a tona a necessidade da desmilitarização da PolÍcia Militar, pois são diversos os motivos que nos levam ao inevitável questionamento sobre o papel da polícia na sociedade. A PM é uma organização que ainda está nos moldes da ditadura militar e traz consigo os resquícios desta barbárie, enxergando a população periférica como inimiga.

Pela desmilitarização da Polícia Militar!

 

Estefani  Oliveira – militante da Juventude Revolução

Mais mortos no Complexo do Alemão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *