Vamos juntos paralisar escolas e faculdades e nos somar aos trabalhadores!

As mobilizações de junho, protagonizadas pela juventude mostraram que quem luta conquista!
E é preciso continuar na luta para arrancarmos outras conquistas e garantirmos que não seja dado nenhum passo atrás!

No próximo dia 30 de agosto, são os trabalhadores organizados através de suas Centrais Sindicais como a CUT que chamam um dia nacional de paralisação para exigir do governo Dilma e do congresso uma pauta de reivindicações que inclui a luta por 10% do PIB para a educação, contra a terceirização, pela redução da jornada de trabalho, suspensão dos leilões do Petróleo, reforma agrária e outras questões.

Acesse AQUI o panfleto da JR

Para reforçar essa luta, que também é nossa, precisamos nos somar aos trabalhadores. Afinal, só com a unidade do povo vamos conseguir vitórias maiores!

Como resposta às mobilizações Dilma anunciou 5 pactos. Entre as propostas, algumas positivas como os royalties do Petróleo para a educação,  o programa mais médicos e mais verbas para o transporte público, além do plebiscito por uma Constituinte para reforma politica (do qual por pressão do PMDB, ela recuou um dia depois).

Mas mesmo essas medidas estão em contradição com o 1° Pacto. O da dita “responsabilidade fiscal.” Na prática, isso significa desviar dinheiro público para encher o bolso de especuladores e banqueiros através da manutenção do chamado “Superavit primário” (dinheiro destinado a pagar os juros da divida pública, que já foi paga dezenas de vezes, mas só cresce!).
Pois no dia 30, vamos a luta  para  exigir o fim desse Superavit Primário!

Vamos à luta para que os 10% do PIB para a educação PÚBLICA!

Vamos à luta para exigir que os leilões do poço de Libra – a maior reserva de Petróleo do mundo- sejam imediatamente suspensos, garantindo que esse dinheiro seja investido em áreas sociais e esteja a serviço da soberania nacional e não na mão das multinacionais!

Vamos a luta para exigir a desmilitarização da PM, que assassina jovens negros todos os dias nas periferias!

Vamos a luta para  exigir de prefeitos e governadores o direito ao Passe Livre Estudantil!

E também vamos lutar para que Dilma convoque o Plebiscito por uma Constituinte!
Sim, porque precisamos de nossas reivindicações atendidas e ninguém confia nesse congresso, ainda mais para cassar os seus próprios privilégios e resolver nossas demandas.

Por todas essas questões sobram motivos para nos juntarmos aos trabalhadores no dia 30.

A Juventude Revolução convida cada jovem na sua escola ou faculdade a lutar conosco!
Paralise sua escola ou faculdade! Vamos nos somar aos trabalhadores e arrancar nossas reivindicações!

No dia 30 vamos à luta com os trabalhadores!