No dia 09 de agosto, a Juventude Revolução, em conjunto com os movimentos sociais, culturais e os estudantes da cidade de São Paulo, ocuparam por 48h a câmara municipal de São Paulo para dar um recado ao Prefake João Dória: Não aceitamos que venda nossa cidade e muito menos que prive a juventude de ter acesso a ela.

A ocupação teve como centro a luta contra os PL’s de privatizações do governo Dória e também contra as recentes mudanças implementadas pela gestão ao passe livre estudantil, que priva a juventude de realizar, utilizando o passe livre, qualquer tarefa extracurricular, como ir ao museu, teatro, biblioteca, estágio, etc.

Desde o início da ocupação foi impossível qualquer dialogo equilibrado com o presidente da casa, Milton Leite, que não assumiu nenhum compromisso com as nossas reivindicações e nos impôs uma greve de fome e sede por mais de 8h. Além disso, o prefeito, como um trator, minou qualquer possibilidade de avançarmos nas negociações com o legislativo de SP, dissuadindo os vereadores e vereadoras em garantirem que o PDL de um Plebiscito fosse para votação no plenário da casa.

Mesmo diante de todas as tentativas do Milton Leite e João Dória de tentar nos tirar a força, nos deixar com fome e com sede, com pressão psicológica, etc, a justiça reconheceu, numa ação judicial histórica, a legitimidade da ocupação proibindo que o prefeito e o presidente da câmara nos despejassem de forma violenta e imediata do plenário.

Foi escrito mais um capítulo da história do País, ousamos e tivemos a coragem de carimbar o Dória como o marketeiro que tira o leite das crianças, joga água em moradores de rua, congela verba da cultura, desmonta os serviços públicos e quer vender nossos patrimônios.

A nossa luta apenas começou, daremos continuidade nas ruas, começando pelo dia 17/08 construindo um grande ato da jornada de lutas da UNE, em defesa da Educação, contra as privatizações e pela revogação das medidas no Passe livre Estudantil!

#OpasseLivreFica
#NãoAsPrivatizações

Wesley Rage, militante da JR-SP e diretor da UNE.

O passe livre fica! SP não está a venda!
Classificado como:            

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *