Rumo ao 7º Congresso do PT: “nosso papel é mobilizar e discutir”!

Rumo ao 7º Congresso do PT:  “nosso papel é mobilizar e discutir”!

No dia 26 de julho, acabou o prazo para as inscrições de chapa do Processo de Eleições Diretas (PED) do Partido dos Trabalhadores. A Juventude Revolução do PT participou desse processo em dezenas de chapas do Diálogo e Ação Petista (DAP), envolvendo centenas de jovens em todo o Brasil. “o nosso papel como juventude é mobilizar e discutir as propostas que serão levadas ao congresso.” mILITANTE DA JUVENTUDE REVOLUÇÃO DO PT, NO ESPÍRITO SANTO. Em todas essas chapas, junto com o DAP, estamos defendendo a autonomia da JPT, necessária para que o PT consiga organizar a resistência que se expressa nos jovens. Por isso, defendemos nesse PED ampliar a resistência pelo fim do governo de Bolsonaro, lutando contra a reforma da previdência, o desemprego e em defesa da educação pública e gratuita. Também defendemos a anulação dos julgamentos de Lula, combatendo por um governo encabeçado pelo PT, com Lula Livre para revogar as medidas de Temer e Bolsonaro. Nessa plataforma, defendemos a reforma radical do Estado, através de uma Assembleia Constituinte Soberana que mude as instituições golpistas. Em 2020, o PT deve ter candidaturas próprias nos municípios, onde possível, e com alianças programáticas numa frente antiimperialista com partidos como PC do B e setores populares do PSB, PDT e outros. É necessário fazer o balanço da conciliação dos 13 anos, que impediu o avanço nas medidas em defesa da juventude e do povo trabalhador. Com essa política, é hora de se jogar na campanha com toda a disposição, realizando a mais ampla discussão com o máximo de jovens petistas filiados! Listar os filiados nos locais, ir de casa em casa, conversar com amigos, vizinhos nos bairros e ruas! Sabemos que as regras do PED não nos favorece. Mais que isso: prejudicam o PT, pois é praticamente inexistente a discussão política com os filiados, que são chamados a votar no dia 08.09. Não concordamos com essas regras, mas as respeitamos e entramos no jogo pra ampliar ao máximo a discussão com cada petista. Como disse o jovem Werlis Mota na Bahia: “O Brasil precisa ser organizado! E dentre todos os caminhos possíveis, o PT foi o que mais atendeu a minha necessidade de luta. Sou jovem, gay, interiorano e negro! O PT abraçou todas as minhas causas e agora é minha vez de abraçar o partido como causa maior”. Nessa disposição, a JR do PT inicia a campanha do PED! Mãos à obra! Venha conosco! Rodrigo Lantyer, membro do Conselho Nacional da JR do PT.