Carta aos jovens petistas é entregue para a presidenta do PT no 57º CONUNE

Carta aos jovens petistas é entregue para a presidenta do PT no 57º CONUNE

A Juventude Revolução do PT chegou forte no ato Lula Livre do 57º CONUNE. Centenas de jovens participaram do “ato em defesa da democracia e da liberdade de Lula”. Preso político há mais de 1 ano. A farsa da operação lava jato não mais se sustenta. Sérgio Moro pau mandado, prendeu o Lula pra eleger o Bolsonaro! A JR não para! Durante o ato, a JR do PT aproveitou para apresentar a presidenta do PT, Gleisi Hoffmann, nossa contribuição para o 7º Congresso do PT. A Carta aos Jovens Petistas traz como central a construção de uma juventude do PT autônoma. Uma JPT que organize a luta pelos interesses da maioria oprimida dos jovens brasileiros. É o que precisamos nesse momento decisivo do país.  Não dá pra vacilar! O PT está vivo. Os jovens encontram no PT o ponto de resistência contra os ataques. Não podemos vacilar! Seguimos o combate aqui no Congresso da UNE. Para barrar a reforma da previdência. Contra os cortes. Na defesa dos direitos, da democracia e da liberdade de Lula. “É hora da JPT se lançar na luta sem tréguas para massificar a campanha Lula Livre em cada canto desse país”.

Bahia: JR do PT em defesa dos direitos e de Lula Livre!

Bahia: JR do PT em defesa dos direitos e de Lula Livre!

No dia 12 de dezembro, reuniram-se na cidade de Vitória da Conquista (BA), jovens estudantes a fim de discutir a luta em defesa da educação e dos direitos. O núcleo municipal da Juventude Revolução do PT foi o organizador do encontro realizado na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB). Fizemos também uma colagem de cartazes por todo campus da UESB em Conquista, marcando a Jornada Nacional pela Liberdade de Lula, convocada pelo PT, CUT e movimentos sociais. Mesmo com a vitória dos estudantes, após o arquivamento, no Congresso Nacional, do projeto Escola sem Partido (PL 7180), destacamos a importância de nos mantermos na luta em defesa da educação, que com a posse do presidente golpista Jair Bolsonaro, deve sofrer novos ataques como a mudança das bases nacionais curriculares, o ensino a distancia, e a própria retomada do projeto Escola sem Partido, ambas de interesse já demonstrado pelo presidente eleito. Também reafirmamos a importância da luta da juventude contra a reforma da previdência. O militante da JR, Alexandre, afirmou: “a juventude tem o papel fundamental na luta contra o modelo de previdência proposto por Temer e Bolsonaro, pois se aprovado, o jovem que antes trabalhava de 30 á 35 anos para se aposentar, terá que trabalhar 50 anos, dos 18 aos 68 anos, isso se trabalhasse de forma ininterrupta, difícil em um país que sofre com níveis altíssimos de desemprego.” A Juventude Revolução do PT estará junto às entidades estudantis mobilizando-se contra a retirada dos direitos promovida pelo governo Temer, representada também pelo presidente eleito, Bolsonaro. Traçamos no reunião propostas de conscientização e formação dos jovens. Já no inicio do próximo ano, palestras, filmes e cursos sobre o obscurantismo na educação e também previdência serão desenvolvidos em escolas e universidades. Também faremos o curso de verão da JR em janeiro, pois é tempo de organizar a resistência! Seguiremos na luta pelos nossos direitos e por Lula livre! Marcello Freitas, militante da Juventude Revolução  do PT em Vitoria da Conquista (BA)

[ATUALIZADA ✅] Contribuição ao 15º CONEB da UNE

[ATUALIZADA ✅] Contribuição ao 15º CONEB da UNE

UNE EM DEFESA DOS DIREITOS E DA DEMOCRACIA Acontece em Salvador-BA, de 6 a 10 de fevereiro, o CONEB onde participam delegados eleitos nos Centros e Diretórios Acadêmicos de todo o Brasil. Com esta contribuição queremos ajudar a organizar a resistência estudantil no próximo período para que a UNE lute pelos direitos e democracia.Discuta na sua entidade e vem com a gente! O próximo período será de duras batalhas para os estudantes brasileiros. O resultado eleitoral com Bolsonaro ganhando nos preocupa e exige que organizemos a resistência em defesa dos direitos estudantis. De outro lado, 47 milhões de pessoas que votaram em Haddad do PT demonstram uma resistência importante que deve prosseguir. O governo eleito se mostra na contramão dos nossos anseios. Submetido aos interesses do capital financeiro e cercado de militares, já anunciou privatizar empresas públicas, destruir a previdência social, cobrar mensalidades em universidades públicas e continuar retirando o investimento nas áreas sociais. É um governo autoritário e antipopular, eleito num processo marcado pela fraude eleitoral, afinal o candidato preferido da maioria foi impedido de concorrer, Lula segue preso sem provas num processo de exceção. Bolsonaro teve apoio do sistema que alega combater: STF e TSE ignoraram o seu caixa 2 para disparar fake news no Whatsapp. Tentou censurar a UNE. A justiça foi cúmplice invadindo CAs, interrompendo atividades, confiscando materiais de campanha e censurando a liberdade de expressão. A candidatura do PT perdeu as eleições, mas de pé. Milhares de estudantes se engajaram buscando uma saída política para barrar o golpe e a retirada de direitos, a precarização dos serviços públicos e o desemprego. Em universidades de todo o Brasil houve panfletagens, adesivaços e atos públicos. A luta foi para defender vagas nas universidades públicas, renegociar as dívidas do FIES, defender a assistência estudantil e revogar as reformas de Temer. É certo que os tempos se anunciam difíceis, mas não vamos dar um passo atrás. Organizaremos a resistência em cada universidade e faculdade no país para defender o que conquistamos. DEFENDER OS DIREITOS DOS ESTUDANTES E A EDUCAÇÃO! É tempo de retomar e ampliar o diálogo com os estudantes para organizar a resistência, defendendo os direitos estudantis nas universidades públicas e privadas. Não nos intimidaremos com ameaças de militares, nem da justiça que querem cercear a liberdade de expressão. Lutaremos com intransigência contra tentativas de cobrar mensalidades nas universidades que prejudicará milhares de estudantes que dependem do ensino público. Defenderemos firmemente verbas para assistência estudantil, restaurantes, residências e bolsas. Lutaremos contra o absurdo aumento de mensalidades, os juros no “novo FIES” e critérios de desempenho no Prouni, e o aumento destrutivo do ensino a distância. Precisamos nos juntar em “frentes” que defendam direitos e democracia, lutando pela liberdade de Lula. Não podemos vacilar, porque querem destruir conquistas e aprisionar nosso futuro. Não cabe tentar “frentes amplas” com Carmen Lúcia, PSDB ou Folha de São Paulo como sugeriu a presidente da UNE. Pesou contra nas eleições os 13 anos do PT tentando governar conciliando interesses, buscando uma “governabilidade” política

Salvador: mais de 300 mil pelo voto 13, Haddad presidente!

Pra dar o ânimo da possível virada nas urnas, o dia 27/10 em Salvador foi histórico. Mais de 300 mil pessoas, gritavam por Haddad presidente, pelo voto 13. Um rio de gente acompanhava o mar da orla da cidade, mandando o recado ao Brasil inteiro: “vamo virar ê ô!” A Juventude Revolução do PT esteve presente no meio da multidão, agitando aqueles que estavam ao nosso redor com palavras de ordem. A animação da galera foi fundamental para dar o gás nesses últimos dias de campanha. Como disse Danilo, militante da JR do PT, “quando vi aquele mar vermelho de pessoas da Ondina até a Barra foi algo inexplicável. A partir daquele momento, vi sim que é possível uma virada e que o Nordeste ainda é sinônimo de resistência.”. Panfletagem nos bairros dia 28 No dia seguinte, sem parar, a Juventude Revolução do PT realizou panfletagem e colagem de lambes em um conjunto habitacional do programa “Minha Casa, minha Vida”, também em Salvador. A receptividade era impressionante! O povo gritava “Haddad”, “é 13”, descia das casas, saia dos bares e mercados para pegar adesivos e panfletos. A virada é real! Estaremos na luta até o último segundo! Rodrigo Lantyer, membro do Conselho Nacional da Juventude Revolução do PT.

Juventude do Partido Trabalhista da Grã Bretanha apoia o PT no Brasil

Juventude do Partido Trabalhista da Grã Bretanha apoia o PT no Brasil

A Juventude do Partido Trabalhista da Grã Bretanha (Young Labour) declarou seu apoio ao presidente Lula, e o transformou em seu presidente honorário. Às vésperas de uma eleição decisiva no cenário político brasileiro, essa é mais uma manifestação importante a nível internacional, aumentando a força da candidatura do PT. O tradicional Labor Party (Partido trabalhista Britanico) teve milhares de filiações, sobretudo de jovens, após as eleições de 2015 quando o deputado Jeremy Corbin encabeçou a luta contra os cortes e as privatizações, política imposta pelo imperialismo através da União Europeia e sustentada pela antiga direção derrotada na disputa interna. O apoio do Young Labour, sem dúvida, significa mais alguns braços e ainda mais fôlego para continuar uma ampla campanha pela vitória do 13 no dia 07/10/2018! Lula é Haddad com Constituinte! Confira a declaração na íntegra: _______________________________________________________ Declaração do YOUNG LABOUR (Juventude do Partido Trabalhista da Grã Bretanha): Porquê Elegemos Lula Nosso Presidente de Honra 3 de outubro de 2018 “não importa quantas rosas matem, eles nunca conseguirão impedir a chegada da primavera”. Desde o início de abril, Luiz Inácio Lula da Silva, o ex-presidente, socialista, do Brasil, vem sendo mantido numa solitária com limitado acesso ao mundo exterior – após ter sido sentenciado a 12 anos de prisão. Durante todo período que levou sua prisão, ele foi submetido – e continua sendo – a um processo midiático, como parte de uma campanha de calúnias e difamações articulada e organizada pelas classes dominantes do Brasil contra o movimento dos trabalhadores, que luta contra os privilégios de tal elite. A sentença contra Lula é violentamente desproporcional às acusações atribuídas a ele – que estão longe de serem inequívocas. A acusação central, baseada em delações premiadas – devidamente barganhadas – de empresários processados por corrupção, é que teria sido oferecido a ele um apartamento (o qual ele nunca usou). Mas a verdadeira razão para punirem Lula é que nos próximos dias o Brasil enfrentará uma eleição que terá profunda importância aos rumos futuros do país. Nesta eleição, o candidato preferido pelos brasileiros reacionários é Jair Bolsonaro, um candidato de extrema-direita [que se apresenta como] “anti-sistema”. Bolsonaro, que abertamente se diz simpatizante da ditadura militar, promete continuar com todas as políticas neoliberais do presidente Michel Temer, que esteve envolvido no golpe “suave” contra a presidenta socialista Dilma Rousseff em 2016. Depois de anular a vontade democrática 54 milhões de brasileiros removendo Rousseff, Temer colocou em marcha sua política de austeridade: ele impôs um congelamento de 20 anos nos gastos públicos, e deixou claro sua intenção de privatizar a empresa estatal brasileira de petróleo. Paulo Guedes, o cérebro econômico (treinado na universidade de Chicago) de Bolsonaro, pretende continuar essa trajetória e anuncia “privatizar tudo” como solução declarada ao “caos” da economia brasileira. Todas as pesquisas eleitorais mostram que Lula era de longe o mais popular dentre todos os candidatos. Tendo sido um trabalhador sem formação acadêmica, militante sindicalista e uma figura política inata com grande experiência, Lula tem representado a resistência do povo brasileiro

Pela educação eu voto 13!

Pela educação eu voto 13!

As eleições estão chegando, a perspectiva de futuro da juventude está em jogo. No ensino superior privado os estudantes se endividam com o novo FIES e têm cada vez mais disciplinas à distância. Os prounistas enfrentam uma cláusula de desempenho sufocante. As universidades públicas são destruídas pela EC 95 que gera redução de bolsas, paralisação de obras e demissões de funcionários.

Caminhada com Haddad/Lula na Bahia!

Caminhada com Haddad/Lula na Bahia!

No dia 15/09, em Vitória da Conquista (BA), cerca de 5 mil pessoas, percorreram as ruas ao lado do candidato a presidência pelo PT, Fernando Haddad, e sua vice Manuela D’Ávila. Também estiveram presentes o governador Rui Costa (PT) e Jaques Wagner candidato ao Senado pelo PT. A Juventude Revolução do PT esteve presente na caminhada, e com palavras de ordem em cartazes reivindicamos o “Voto 13 pra fazer constituinte e barrar as medidas dos golpistas” e “Liberdade ao presidente Lula”.   Haddad demostrou que é Lula e reafirmou seu compromisso com o presidente, preso injustamente em Curitiba. Em sua fala, provocou os golpistas e demonstrou a vontade de retomar o Brasil para o povo brasileiro: “A essa altura, eles já devem ter percebido que prenderam o cara errado. Prenderam o Lula, mas não as ideias dele, o projeto, a militância dele. O dia da resposta está chegando, e 7 de outubro a Bahia vai dizer: o golpe acabou, o Brasil é nosso”, desabafou. Nós jovens queremos Haddad presidente para que junto ao presidente Lula possa convocar uma constituinte soberana pra revogar as medidas do governo golpistas e retomar os investimentos em educação, saúde e cultura. A Juventude quer emprego e educação! Voto 13! Haddad é Lula com constituinte! Marcello, militante da Juventude Revolução do PT em Vitória da Conquista (BA)