A Juventude Revolução se solidariza com o estudante secundarista Carlos Henrique Senna de 18 anos foi baleado durante a manifestação. Foi informado que o estudante teve uma perfuração entre o intestino e o estômago. A última informação que tivemos foi que o mesmo se encontra bem já recebendo os familiares e amigos no hospital.
Repudiamos a ação truculenta de guerra da Policia Militar que ao usar balas de borracha perfurante não tem outra intenção a não ser causar ferimentos graves, tudo isso à mandos do governador Pezão, que deixa claro a escalada de violência do governo.
Na ultima quarta-feira, dia 09, cerca de 10 mil trabalhadores e jovens estiveram presente na manifestação do MUSPE (Movimento Unificado dos Servidores Públicos Estaduais) em frente a ALERJ contra a proposta de privatização da CEDAE. Bombas de gás, balas de borracha, spray de pimenta e jatos de água foram usados por policiais militares para dispersar a manifestação, usando até um carro blindado – caveirão – para atacar os manifestantes. Há relatos até de armas letais.
“Não à privatização da CEDAE! Toda solidariedade ao companheiro Carlos Henrique!”
Juventude Revolução do Rio de Janeiro

Toda solidariedade a Carlos Henrique Senna
Classificado como:                

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *