Jornada da Juventude católica ataca o Estado Laico.

A Jornada mundial da Juventude Católica, evento que reunirá centenas de milhares de jovens no Brasil durante o mês de julho será também a primeira visita do novo Papa ao Brasil. O custo estimado da visita para os cofres públicos será de R$118 milhões, segundo dados divulgados pelo Jornal O Globo. O gasto será dividido entre governos federais, estaduais e municipais. O primeiro desembolsará R$62 milhões.
Entre as descrições dos gastos, no entanto, consta a compra de 4 milhões de hóstias!

A Jornada será para a Igreja o momento de reforçar a ideologia de sua cúpula, que se posiciona favorável  ao ensino religioso nas escolas, é contra o direito ao aborto e o casamento entre pessoas do mesmo sexo, ao mesmo tempo em que encobre casos de pedofilia e prega a paz enquanto o banco do vaticano financia empresas armamentistas.
Trata-se de um ataque ao Estado Laico, que não deveria investir um centavo em eventos dessa natureza. Religião é assunto privado e não de Estado! Como na Espanha, durante a jornada em 2011, é preciso levantar a palavra de ordem: “Dos meus impostos ao Papa: Zero!”

Luã Cupolillo, é militante da JR em São Paulo

* Artigo publicado originalmente no Jornal O Trabalho edição n°730

 

4 milhões de hóstias com dinheiro público!