Em Cuiabá – MT, teve bate-papo com jovens, coleta de assinaturas pela anulação dos julgamentos do Lula e filiação no PT.

Após a primeira reunião do ano, quando a JRdoPT reuniu vários jovens para discutir sobre os desafios que temos pela frente nesse ano e a importância de ter uma juventude do PT autônoma para lutar contra as medidas do governo Bolsonaro autoritário e obscurantista.

Também foi falado sobre a luta em defesa da educação pública, tanto em nível estadual contra o fechamento das escolas pelo governador estadual Mauro Mendes (DEM), quanto em nível nacional contra os cortes do orçamento feito por Bolsonaro, além da tentativa de implementação da reforma do ensino médio e do Future-se. A já se ligou que vai rolar o congresso da UBES e que esse é um dos nossos instrumentos de organização da luta a nível nacional. Ao final, decidimos fazer uma banquinha da JRdoPT na porta de uma escola.

Mão na massa!

No dia 21/01 fizemos a banquinha. Coletamos assinaturas no abaixo-assinado pela anulação dos julgamentos do Lula, afinal, para nós, o que vivemos hoje é fruto do golpe em 2016 que mostrou o tanto que as instituições no nosso país estão apodrecidas e, por isso, sem provas de crime, prenderam o Lula abrindo caminho para o Bolsonaro ganhar e fazer o que ele faz hoje com a juventude.

Durante a atividade na porta de uma escola estadual, a recepção foi ótima. Foram 4 jovens que toparam se filiar no PT “nós explicamos a importância do PT como instrumento de luta pelos nossos direitos”.

A atividade serviu para mobilizar jovens para a formação de verão da Juventude Revolução do PT “Defesa da autonomia da JPT na luta pelo fim do governo Bolsonaro”.

A luta continua, seguiremos fazendo panfletagem na porta das escolas mobilizando para o congresso da UBES, filiando no PT e coletando assinaturas para anulação dos julgamentos do Lula.

Vem com a gente!

Muriel Alencar, militante da Juventude Revolução do PT em Cuiabá – MT.

A JR DO PT NÃO PARA!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *