Cem dias, sem provas

Cem dias, sem provas

No dia 18 de julho, completam 100 dias da prisão política, sem provas, do ex-presidente Lula. O juizeco inquisidor de Curitiba, Sérgio Moro, mantém Lula preso em sua superintendência particular por “ato de ofício indeterminado”. Em bom português, significa: “vocês está preso por um crime que eu não sei qual é, mas sei que você cometeu”.

Junte-se a nós no 15º Encontro Nacional da Juventude Revolução

Junte-se a nós no 15º Encontro Nacional da Juventude Revolução

GOLPE CONTRA OS DIREITOS! Nossos direitos não cabem na política dos golpistas que só priorizam o bolso dos banqueiros e grandes capitalistas. É por isso que o preço do combustível, do gás de cozinha não para de subir. É por isso que tentam vender a Petrobras. Aprovaram a emenda constitucional (EC) 95 que congela os gastos e arremessa a educação e saúde no caos. Querem destruir as universidades. Com o desemprego, milhares tiveram que sair da faculdade. Quem tem emprego, está sofrendo com a reforma trabalhista. Não sobra nem dinheiro pra ver um filme! O que “sobra” são as drogas. Mas ao invés de veneno e alienação, o que queremos é saúde, emprego, cultura, lazer e educação. Essa é a realidade, não só aqui no Brasil, com o objetivo de lucrar não pensam duas vezes em bombardear a Síria, a Palestina, matando inocentes e até crianças. Ou como na Venezuela, sufocar o povo impondo o boicote econômico e o desabastecimento. RESISTIR PRA VIRAR O JOGO! Só com muita luta vamos varrer os golpistas e seus ataques! Em abril de 2017 os trabalhadores fizeram a maior greve geral da história do nosso país, conseguiram impedir os golpistas de aprovar a reforma da previdência. Agora mesmo estudantes fizeram greve na UNB, na UFMT e buscam resistir aos ataques à educação. Tem luta por todo lado. Precisamos conseguir reverter as contrarreformas do governo Temer, impedi-lo de continuar atacando a população. O SISTEMA TÁ PODRE Executaram 5 jovens do Hip-Hop em Maricá-RJ, dezenas de outros em todo lugar. O general que colocaram para intervir no Rio acha que é normal. Já os assassinos de Marielle estão soltos. Tem escola que coloca farda em criança e manda marchar – como em Goiás – e com o “Escola sem Partido” em vez de História e Biologia querem ensinar a rezar. Pra que Filosofia, Biologia, Química e Sociologia se o objetivo da Escola for só apreender e obedecer sem questionar? Os juízes pensam que são os donos da lei! Prendem qualquer um, sem julgamento, sem prova e contra a lei, basta “ter convicção”. Mandam o exército pra rua pra tudo continuar como está. Querem atacar a democracia, pra atacar nossos direitos. Esse não é o país que a gente sonha em ter. Tem gente que pede intervenção militar. Não é a saída. LULA LIVRE, LULA PRESIDENTE! A saída pra crise, pra tirar os golpistas de lá, é Lula livre e presidente! Por isso montaram uma farsa judicial pra prender Lula. Mas o povo é teimoso e continua com Lula, na frente em todas pesquisas. Pra mudar só convocando uma Assembleia Constituinte (com esse congresso não dá!), como disse o próprio Lula, que revogue as medidas do golpe pra federalizar o ensino médio, desmilitarizar a PM, regulamentar a mídia, legalizar o aborto, recuperar o pré sal. O PT já deu a letra e a Juventude Revolução está junto: Lula é nosso candidato, mesmo da cadeia! Eleição sem Lula é fraude: nós não temos plano B e vamos com

Congresso da JPT decide Marcha a Brasília em 15 de agosto

Congresso da JPT decide Marcha a Brasília em 15 de agosto

Ultrapassando as expectativas, mais de 1200 jovens de todo o país participaram do congresso nacional da Juventude do PT (JPT) em Curitiba (PR). Marcado pela unidade ao redor de Lula Livre, Lula presidente, o congresso reafirmou a candidatura Lula ligada à convocação de uma Constituinte, a realização de uma grande marcha da juventude à Brasília em 15 de agosto, dia da inscrição de Lula, e recompôs a direção da JPT, elegendo uma executiva de 22 membros e o militante carioca Ronald “Sorriso”, da corrente Construindo um Novo Brasil (CNB), como secretário nacional.

O legado do desemprego e falta de acesso ao ensino superior deixado pela Reforma Trabalhista

O legado do desemprego e falta de acesso ao ensino superior deixado pela Reforma Trabalhista

Por mais que a grande mídia se esforce para apresentar um cenário de avanço, após a aprovação da reforma trabalhista e durante dois de gestão do vampiro Temer, o desemprego continua com taxas críticas. Isso não é porque o povo passou a procurar emprego, como o vampirão disse, mas sim por uma sucessiva política de desmontes de direitos e flexibilização da CLT joga os trabalhadores, em especial a juventude, para um terreno de desesperança.