Na manhã do último domingo (24/03), último dia de programação do Carnaval de Rua de Porto Alegre, houve o desfile ofícial do Bloco “Ai que Saudade do Meu Ex”, bloco construído pela base petista de toda a região metropolitana.

A saída do bloco esquentou a capital gaúcha, reunindo centenas de homens, mulheres e crianças que desfilaram e divertiram-se ao som de marchinhas de carnaval e músicas de autoria do bloco e gritos de “Lula Livre” que ecoaram por todo o caminho, desde a concentração.

Confira a letra da música do bloco!


Ai, que saudade do meu ex

Autores: Paulo Viana, Luís Valério e Cado Selbach

Ai, que saudade do meu ex 
Quando é que ele vai voltar 
A minha é a mesma de vocês 
Quase um ano mês a mês 
Esperando ele voltar
Ai, que saudade do meu ex 
Que lutou pra nos libertar 
O povo tá de olho em vocês 
O que o nosso Lula fez 
Vocês não vão apagar
Eu tô doido pra te ver, ô Lula! 
Tô sonhando em te encontrar na rua 
Falando com o povo 
Trazendo esperança 
Pulsando o coração feito criança.

Eu tô doido pra te ver, ô Lula! 
Tô sonhando em te encontrar na rua 
Falando com o povo 
Trazendo esperança 
Pulsando o coração feito criança.

O bloco “Ai Que Saudade do Meu Ex” foi iniciativa de companheiros petistas de Porto Alegre, para poder usar do espaço oferecido na cidade para a celebração desta festa popular brasileira para denunciar a prisão política do ex presidente, e fazer ecoar nas ruas o que já é claro para todos nós: que povo não esqueceu de Lula, que sabemos da fraude que foi sua prisão, e que não descansaremos até obtermos sua liberdade!

Compareceram vários sindicalistas, dirigentes da CUT-RS e de sindicatos e federações de várias categorias, como metalúrgicos, bancários, professores, petroleiros, servidores públicos, trabalhadores da alimentação e da saúde etc.

Também desfilaram dirigentes e parlamentares do PT e de outros partidos como Henrique Fontana (PT), a deputada estadual Sofia Cavedon (PT) e a ex-deputada Jussara Cony (PCdoB).

Apesar da proibição da prefeitura de bandeiras do partido e uso da palavra “petista” no desfile, a folia não parou! Várias pessoas usavam máscaras do Lula, fantasias que remetiam ao ex presidente, faixas e também cartazes e estandartes que pediam “Lula Livre”, “Lula Nobel da Paz” e “Não Mexam na Previdência”, entre outros.

O desfile foi finalizado com o reforço da organização do bloco para o compromisso com a campanha Lula Livre, cujo comitê gaúcho está organizando uma caravana para estar no próximo dia 7 de abril, em Curitiba, quando a prisão política do ex-presidente completa um ano. No mesmo dia haverá também o Festival Lula Livre, no Memorial Luiz Carlos Prestes, em Porto Alegre.

Durante todo o ano até o momento do desfile, houve reuniões e ensaios para o evento recheados de militantes e simpatizantes da luta. A preparação incluiu uma festa no dia 15/03 e panfletagens do material nas cidades e nas principais universidades da região apresentando o bloco e fazendo a discussão acerca da prisão de Lula.

A JRdoPT esteve presente, além de no desfile do bloco, também da preparação, organizando panfletagens nas universidades, como a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS). Ambas foram bem sucedidas, fizeram o esquenta e mostraram a vontade que a juventude tem de lutar por Lula Livre.

A Juventude Revolução do PT do Rio Grande do Sul está junto com o PT, a JPT, os movimentos sociais e estudantis impulsionando a campanha Lula Livre em todo o estado e dialogando com os jovens e trabalhadores acerca dos motivos por trás da prisão de Lula, que incluem tirar o ex presidente da jogada para tentar impor a Reforma da Previdência; (contra)reforma construída com base em mentiras e que representa retrocesso e que quer nos fazer trabalhar até morrermos.

Não vamos deixar passar, direito não se negocia! Abaixo a Reforma da Previdência! Lula Livre!

Márcia Dumke, militante da Juventude Revolução do PT em Portão (RS).

Bloco Lula Livre esquenta o carnaval de Porto Alegre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *