JR do PT marca presença nos atos do dia 20/10

JR do PT marca presença nos atos do dia 20/10

No dia 20/10, o PT convocou atos “Todos e todas pela democracia” com objetivo de ir às ruas com a campanha do voto 13, por Haddad presidente. Centenas de milhares responderam nas ruas. A Juventude Revolução do PT participou em diversos locais do país com suas palavras de ordem e faixas. Dialogamos com muitos jovens e integramos um combate importante, que deu ânimo pra virar o jogo na última semana! Voto 13, Haddad! Por direitos e democracia!

Para defender a democracia, é Haddad presidente!

Para defender a democracia, é Haddad presidente!

Nota em solidariedade à UNE O candidato Jair Bolsonaro, que não participa dos debates e fica escondido propagando mentiras no WhatsApp, solicitou ao TSE que censurasse a União Nacional dos Estudantes que desde o dia 12 de outubro entrou na campanha do 13 por direitos e democracia. Tal atitude reflete o caráter autoritário do candidato e foi prontamente acatado pelo Tribunal. É um conluio armado que vem fraudando as eleições. O mesmo tribunal faz vista grossa a 12 milhões de reais investidos em mensagens WhatsApp via caixa 2. Os estudantes têm o direito de usar suas entidades, legítimos instrumentos de luta, para se posicionarem. Bolsonaro vem sendo devidamente desmascarado pelos estudantes, como a face autoritária de Temer, que vai dar continuidade a toda a sua política rejeitada pelo povo. Estamos a postos na defesa incondicional da União Nacional dos Estudantes. Para defender a UNE, e o direito democrático do povo se organizar, a única saída é o voto 13. Vamos na reta final virar o jogo, disputando cada voto, para eleger Haddad para restabelecer a democracia e os nossos direitos. #DefesadaUNE #Haddad13

EM SC a JR marca presença no ato em defesa da democracia e dos direitos

EM SC a JR marca presença no ato em defesa da democracia e dos direitos

Em Santa Catarina, na cidade de Florianópolis, os militantes da Juventude Revolução do PT se fizeram presentes no ato realizado pela democracia e a favor da eleição de Fernando Haddad que contou com, segundo a organização, cerca de 10 mil pessoas. Além de coletivos de mulheres, movimentos sociais, trabalhadores e militantes de outros partidos, estiveram presentes muitos estudantes, com destaque ao bloco formado por estudantes da UFSC, encaminhamento aprovado em Assembleia Geral que ocorreu no último dia 19, sendo a maioria desses, integrantes de uma chapa que concorre ao DCE da Universidade e entende a necessidade de eleger Fernando Haddad à presidência. Foram gritadas diversas palavras de ordem com destaque a “Pelo futuro Da educação Eu voto Haddad Eu digo: Ele não!” e “Na rua, na rua, o povo sempre vence! Pela democracia, voto Haddad Presidente!” que ecoaram pelas ruas do centro de Florianópolis. Lúcia – Militante da JR-SC

Para eles, vale tudo contra a democracia!

A Folha de São Paulo soltou reportagem essa quinta-feira confirmando que Bolsonaro fez contratos milionários com empresas para promover as fake news contra o PT e Fernando Haddad. Bolsonaro finge ser radical e antissistema, mas de todas as formas prova o contrário. Ele já deixou claro que vai aprofundar a política econômica odiada de Michel Temer e agora já não pode esconder que é uma peça do vale tudo encabeçado pelo judiciário para impedir o PT de vencer as eleições. Processo que faz parte de uma perseguição política, que passou pelo impeachment da Dilma e pela prisão do Lula. Mas o PT se mantém de pé com a maior bancada federal e com Haddad no 2ª turno. Por isso Bolsonaro tem de investir R$ 12 milhões em informações caluniosas. As redes sociais jogam um peso importante nessa eleição. Sobretudo quando Bolsonaro se recusa a debater ao vivo. No escondidinho é mais fácil mentir para o povo. É uma das faces autoritárias do candidato que vai aprofundar a retirada de direitos dos trabalhadores e jovens. O PT entrou com requerimento para que a conduta que viola a lei eleitoral seja investigada. Como afirma em nota: “Os métodos criminosos do deputado Jair Bolsonaro são intoleráveis na democracia. As instituições brasileiras têm a obrigação de agir em defesa da lisura do processo eleitoral”. Na reta final, nosso papel continua sendo dar a resposta nas ruas, discutindo com cada jovem o que está em jogo nessa eleição. Que Haddad presidente é a única saída para defender nossos direitos e a democracia no país. Nota do PT na íntegra

UNE, UBES e ANPG com Haddad Presidente!

UNE, UBES e ANPG com Haddad Presidente!

No dia 12 de outubro, a Juventude Revolução esteve presente na reunião que discutiu o apoio à candidatura de Haddad e Manuela na sede das entidades estudantis, em São Paulo. As entidades de representação máxima dos estudantes universitários, secundaristas e de pós-graduação – UNE, UBES e ANPG – entregaram uma carta à Manuela D’Ávila, candidata à vice-presidência de Fernando Haddad, que convoca o movimento estudantil brasileiro a se engajar na campanha Haddad, único caminho para derrotar o retrocesso representado pela candidatura de Jair Bolsonaro. Na carta as entidades afirmam que “Só o voto 13 pode derrotar as forças conservadoras, antipopulares e reacionárias e defender e garantir uma nação soberana com acesso à uma educação e ciência pública, gratuita e de qualidade”. Bolsonaro representa um profundo ataque aos direitos e à educação pública. O candidato, como deputado, ajudou Michel Temer a aprovar todas as medidas que atacam a juventude e o povo trabalhador como a PEC 55, reforma trabalhista, reforma do ensino médio e a entrega do pré-sal às multinacionais. Agora quer acabar com o 13º e criar o ensino fundamental à distância. Fernando Haddad, responsável por projetos que significaram enormes conquistas para os estudantes brasileiros  como o PROUNI, ENEM e SISU, vai revogar a reforma do ensino médio, vai revogar a EC 95 pra voltar a investir no ensino público, vai nacionalizar o passe livre estudantil e renegociar a dívida dos devedores do FIES. A tarefa do dia para o movimento estudantil é “a convocação de assembleias para debater a posição dos estudantes nesse segundo turno e a criação de comitês de campanha pró-Haddad/pela democracia em cada escola, universidade, comunidades e bairros por esse país para organizar essa parcela significativa de estudantes que querem se engajar nesse momento de defesa dos direitos, da democracia e do Brasil.” Estamos na reta final, e é possível virar esse jogo. Sem tempo para distrações como as frentes antifascistas que gritam o insuficiente “ele não”. Reforçamos: a única maneira de derrotar o autoritarismo e a retirada de direitos que representa Bolsonaro é elegendo Haddad como será agitado em todo o Brasil nesse sábado, 20 de outubro. Assim como devem fazer os DCEs e grêmios estudantis no próximo dia 26 de outubro, com apoio da UNE e da UBES. Kris Mackleiny, diretora da UNE de Políticas Educacionais e militante da Juventude Revolução do PT em SC.

Em Amargosa (BA), juventude é 13 por democracia e direitos!

Em Amargosa (BA), juventude é 13 por democracia e direitos!

Na cidade de Amargosa (BA), a Juventude Revolução do PT organizou uma reunião de jovens para tratar a reta final do segundo turno! A atividade contou com a presença do companheiro Paulo Riela, secretário de formação do PT BA. Com dezenas de jovens presentes, foi possível sentir a disposição da juventude pra virar esse jogo! A juventude é 13 por democracia e direitos! Haddad presidente!  

Organizar a virada no segundo turno!

Organizar a virada no segundo turno!

Temos que seguir na luta para eleger o 13 e demonstrar aos jovens que Bolsonaro se disfarça atrás de um discurso moralista que não nos interessa escorregar, como ocorreu nos atos chamados do “Ele Não”. Agora, não vamos ganhar voto xingando ele ou desviando nossas forças. Por isso que não podemos nos perder numa pretensa luta antifascista, pois ela não garante a vitoria do 13. Assim, precisamos fazer atos, colagem de cartazes, jograis, panfletagens e atividades de massa nas portas das escolas, faculdades universidades, bairros e praças. Baixe nossos materiais 👇 e vamos organizar a virada! Loading…