Na manhã de terça-feira (25), o Comitê em Defesa do Transporte Público foi as ruas por revogação do aumento da tarifa, passe livre irrestrito e estatização do transporte público. Estavam presentes organizações políticas, sindicatos, a CUT e estudantes do Presidente Médici e Liceu Cuiabano. O grêmio do Liceu Cuiabano que é composto por militantes da Juventude Revolução organizou a caminhada até a Praça Alencastro e levou cerca de 400 estudantes para gritar suas reivindicações.

A revolta da população é por ver a ação conjunta de empresa e prefeitura que após a ordem do MP da redução da tarifa para 2,60 por superfaturamento, esse que por anos acumulou 10 milhões de reais saiu dos nossos bolsos e do bolso de nossos pais, a prefeitura novamente sanciona um aumento de 20 centavos por passagem. Os estudantes exigiam também o passe livre irrestrito para as atividades extracurriculares da escola, que muitos são impossibilitados de fazer por não poder pagar o transporte.

A caminhada saiu da porta da prefeitura rodando o centro da cidade esclarecendo o que estava acontecendo para as pessoas e voltando para cobrar o grande responsável por tudo isso, o Prefeito Mauro Mendes (PSB).

Julia Tizziani, é militante da JR em Cuiabá – MT

Em Cuiabá, estudantes e trabalhadores lutam contra o aumento da tarifa e por passe livre irrestrito para os estudantes