O governador de Alagoas Renan Filho (PMDB), recebeu com uma repressão covarde e brutal, a manifestação dos estudantes do Centro de Estudos e Pesquisas Aplicadas (Cepa) em Maceió na última sexta-feira (27-02-2015). Os estudantes estavam reivindicando o transporte escolar que foi suspenso pelo governo e revogação do aumento da tarifa de passagem de R$ 2,50 para R$ 2,75.

Além de cancelar o contrato de transporte que beneficiava cerca de 9500 alunos, Renan Filho demitiu 360 vigilantes terceirizados que trabalhavam nas unidades de ensino do CEPA, o que facilita assaltos aos estudantes, professores e furtos nas escolas.

No protesto que reunia crianças e jovens, pais de alunos, motoristas dos ônibus escolares, vigilantes demitidos e a Central Única dos Trabalhadores, o Batalhão de Operações Especiais (BOPE) e a Rádio Patrulha (RP), agiu com truculência e brutalidade para dispersar o justo protesto dos trabalhadores e juventude.

O protesto pacífico foi interrompido por bombas de efeito moral e gás lacrimogêneo lançadas de helicóptero, cacetetes, balas de borracha, deixando dezenas de feridos e ao menos 5 pessoas foram presas. Essa repressão já demonstra o tom agressivo que o governo Renan Filho terá com os movimentos sociais alagoanos, como era de se esperar, sua prioridade é favorecer os empresários e ricos desse estado que é um dos mais pobres do Brasil. A inaceitável repressão feita contra crianças de 10 a 12 anos pela polícia militarizada, é sob total responsabilidade do governador.

Investir na educação significa dar um passo no caminho da diminuição da violência contra a juventude negra em Alagoas, que continua sendo o estado mais violento do Brasil, com sua capital Maceió sendo a 5ª cidade onde mais se mata no planeta. Ao contrário disso, o governo monta uma autentica operação de guerra contra aqueles que saem às ruas exigindo seus direitos.

A luta vai continuar, outras mobilizações serão feitas exigindo a readmissão dos trabalhadores vigilantes, contratação de transporte escolar e passe livre estudantil irrestrito.

ZaZo, Militante da Juventude Revolução – AL

 Fotos: CadaMinuto | G1 Alagoas | Alagoas 24 Horas

Governo de Alagoas (Filho de Renan Calheiros) monta operação de guerra contra alunos de 11 e 12 anos