A alguns dias os trabalhadores da Petrobras, estão em greve geral. Mas o que a juventude e o conjunto dos trabalhadores brasileiros tem a ver com isso?

Tudo.

JR participa do piquete em Santa Catarina

Com toda a razão a Federação Unica dos Petroleiros (FUP), que reúne mais de uma dezena de sindicatos pelo país, tem chamado o movimento de Greve em Defesa do Brasil, pois além da defesa dos direitos destes trabalhadores e das reivindicações especificas da categoria, a greve tem em sua pauta a defesa da Petrobras e da soberania nacional. Entenda o que está em jogo nesta greve:

1) A Petrobras é muito importante para a economia brasileira. Até bem pouco tempo, os investimentos gerados pela empresa correspondiam a 13% do PIB brasileiro. Ela pode se tornar ainda mais importante, pois com as reservas do Pré Sal, o país deve se tornar o 3° maior produtor de Petróleo do Mundo.

Todo mundo sabe o interesse que existe no Petróleo, sobretudo dos EUA, em todo o mundo. Não gera só espionagem. Gera guerras e destruição. Não é por acaso que a Petrobras vem sofrendo graves ataques e há uma enorme pressão para a privatização de vários setores. Os escândalos de corrupção, que obviamente merecem ser investigados e ter os culpados punidos, tem sido usados para enfraquecer a empresa e justificar um plano de desinvestimento para que a empresa produza menos que o planejado anteriormente para os próximos anos e a privatize vários setores.

2) O plano de desinvestimento pode significar R$500 bilhões a menos em investimentos estratégicos da estatal que ajudariam a alavancar a indústria nacional e gerar empregos. Segundo estudos do ministério da fazenda, para cada R$1 bilhão que a Petrobrás deixa de investir no país, o efeito sobre o PIB é de R$2,5 bilhões. Se os cortes continuarem a estimativa é de que 20 milhões de empregos deixarão de ser gerados até 2019!

Além disso setores estratégicos da empresa estão ameaçados de venda, para proceder o desmonte da empresa e a facilitar a entrega do petróleo às multinacionais.

Militantes da JR também estiveram presentes na paralisação em Guarulhos

A greve resiste ao desinvestimento e a privatização!

3)A greve dos Petroleiros se opõe firmemente ao PL 131/15 do Senador José Serra do PSDB e outros semelhantes que querem tirar da Petrobras a responsabilidade de ser a operadora única do Pré Sal. O que Serra pretende com este projeto é entregar o Petróleo que pertence ao povo brasileiro para as multinacionais. Se isso ocorrer, menos petróleo será produzido e menos dinheiro será destinado ao Fundo Social que tem como prioridade o investimento em educação pública, saúde e outros direitos.

A greve defende o investimento dos recursos do Pré Sal em educação, saúde, moradia e outros direitos do povo brasileiro.

Por tudo isso, estamos solidários a esta luta dos petroleiros que também é da juventude e de todos os trabalhadores brasileiros. A Juventude Revolução,organização que luta em defesa dos direitos da juventude, se soma a esta luta e a exigência de que a direção da Petrobras e o governo atendam as reivindicações da categoria, recuem do desinvestimento e das medidas de privatização. Não elegemos Dilma para que se privatize a Petrobras e o petróleo brasileiro!

Fazemos um apelo para que cada  um também expresse o seu apoio à greve dos trabalhadores da Petrobras! #TodoApoioGreveDosPetroleiros!

Conselho nacional da JR

Greve na Petrobrás, o que você tem a ver com isso?