GOLPE CONTRA OS DIREITOS!
Nossos direitos não cabem na política dos golpistas que só priorizam o bolso dos banqueiros e grandes capitalistas. É por isso que o preço do combustível, do gás de cozinha não para de subir. É por isso que tentam vender a Petrobras.
Aprovaram a emenda constitucional (EC) 95 que congela os gastos e arremessa a educação e saúde no caos. Querem destruir as universidades. Com o desemprego, milhares tiveram que sair da faculdade. Quem tem emprego, está sofrendo com a reforma trabalhista.
Não sobra nem dinheiro pra ver um filme! O que “sobra” são as drogas. Mas ao invés de veneno e alienação, o que queremos é saúde, emprego, cultura, lazer e educação.
Essa é a realidade, não só aqui no Brasil, com o objetivo de lucrar não pensam duas vezes em bombardear a Síria, a Palestina, matando inocentes e até crianças. Ou como na Venezuela, sufocar o povo impondo o boicote econômico e o desabastecimento.

RESISTIR PRA VIRAR O JOGO!
Só com muita luta vamos varrer os golpistas e seus ataques! Em abril de 2017 os trabalhadores fizeram a maior greve geral da história do nosso país, conseguiram impedir os golpistas de aprovar a reforma da previdência. Agora mesmo estudantes fizeram greve na UNB, na UFMT e buscam resistir aos ataques à educação. Tem luta por todo lado. Precisamos conseguir reverter as contrarreformas do governo Temer, impedi-lo de continuar atacando a população.

O SISTEMA TÁ PODRE
Executaram 5 jovens do Hip-Hop em Maricá-RJ, dezenas de outros em todo lugar. O general que colocaram para intervir no Rio acha que é normal. Já os assassinos de Marielle estão soltos. Tem escola que coloca farda em criança e manda marchar – como em Goiás – e com o “Escola sem Partido” em vez de História e Biologia querem ensinar a rezar. Pra que Filosofia, Biologia, Química e Sociologia se o objetivo da Escola for só apreender e obedecer sem questionar?
Os juízes pensam que são os donos da lei! Prendem qualquer um, sem julgamento, sem prova e contra a lei, basta “ter convicção”. Mandam o exército pra rua pra tudo continuar como está. Querem atacar a democracia, pra atacar nossos direitos.
Esse não é o país que a gente sonha em ter. Tem gente que pede intervenção militar. Não é a saída.

LULA LIVRE, LULA PRESIDENTE!
A saída pra crise, pra tirar os golpistas de lá, é Lula livre e presidente! Por isso montaram uma farsa judicial pra prender Lula. Mas o povo é teimoso e continua com Lula, na frente em todas pesquisas. Pra mudar só convocando uma Assembleia Constituinte (com esse congresso não dá!), como disse o próprio Lula, que revogue as medidas do golpe pra federalizar o ensino médio, desmilitarizar a PM, regulamentar a mídia, legalizar o aborto, recuperar o pré sal.
O PT já deu a letra e a Juventude Revolução está junto: Lula é nosso candidato, mesmo da cadeia! Eleição sem Lula é fraude: nós não temos plano B e vamos com Lula até o final!
Pra isso, só nos organizando podemos desorganizar os golpistas!
Você quer participar dessa luta? Venha conosco ao 15º Encontro Nacional da Juventude Revolução dias 3 a 5 de agosto, em São Paulo!

Inscreva-se: https://goo.gl/forms/H1GXD7pbOWMScLxY2

QUEM PAGA A BANDA… ESCOLHE A MÚSICA!

Estamos fazendo uma grande campanha de arrecadação para construir o nosso Encontro Nacional. O momento político nos pede uma resposta ousada nas nossas atividades! Só vamos conseguir defender nossos direitos quando transformarmos nossa luta de de uma luta de milhares a uma luta de milhões!

Nosso objetivo é construir um encontro grande, com centenas de jovens de todos os cantos do Brasil. Não dependemos de financiamento por parte de empresas, igrejas, fundações, ONG’s, partidos políticos e governos, porque sabemos que independência financeira é condição para independência política. Por isso nossas atividades se baseiam na livre contribuição de militantes, simpatizantes e, também, na venda de boletins, cartilhas, camisas, etc.

Contribua conosco!
Ajude na nossa arrecadação!

Vaquinha online: http://vaka.me/gxu429

Junte-se a nós no 15º Encontro Nacional da Juventude Revolução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *