No próximo dia 31 de março completam-se 49 anos do golpe militar de 1964. O regime militar brasileiro foi responsável por centenas de raptos, torturas e assassinatos de militantes jovens e trabalhadores durante a sua vigência. O Brasil, diferentemente de países como a Argentina, Uruguai e o Chile, jamais apurou a verdade e condenou os responsáveis por esses crimes.  Os torturadores e assassinos podem andar nas ruas de nosso país sem temer ser punidos por seus crimes, protegidos pela Lei da Anistia. A PM militarizada, instituição saída da ditadura, ainda continua essas práticas operando um verdadeiro extermínio da juventude negra. A gigantesca dívida pública continua sugando verbas da saúde e da educação! Esses são apenas alguns dos entulhos da ditadura que ainda permanecem entre nós e que devem ser varridos! A impunidade reforça essa herança maldita!

Com asco vemos ser chamados em diversas cidades do país nesse dia 31 atos “em comemoração” da ditadura militar. Não podemos deixar isso passar em branco! Por esse motivo convidamos todos os jovens, trabalhadores e suas organizações para participar de uma caminhada e panfletagem Pela Punição dos Crimes da Ditadura nesse 31 de março!

Local: Brique da Redenção

Data: 31 de março 2013 / domingo – concentração as 10.30h no Arco do Expedicionário

Apoio:

JR – Juventude Revolução

APG – Associação de pós-graduandos da UFRGS

Independentes

No RS: Juventude Revolução organiza Ato pela Punição dos Crimes da Ditadura Militar e contra a comemoração do Golpe de 64