Militantes da Juventude Revolução participaram dos atos em Homenagem a Alexandre Vanucchi Leme, no dia 15 de março, quando o Estado brasileiro concedeu anistia politica a Alexandre, que foi assassinado em 1973 pela ditadura. No mesmo dia uma missa na Sé relembrou a missa de sétimo dia de Alexandre, que há 40 anos atrás, se transformou numa das primeiras manifestações contra o regime militar, que na época colocou barreiras por toda a cidade para impedir que as pessoas fossem à missa, que não obstante, teve a participação de mais de três mil pessoas.

Na missa do ultimo dia 15, os militantes da JR levaram faixas e cartazes exigindo Punição aos assassinos e torturadores de Alexandre e todos os crimes cometidos pelo regime militar e deram o pontapé inicial na preparação para a Jornada de lutas da Juventude Brasileira, onde pretendem levantar a bandeira pela Punição aos crimes da Ditadura e outras como a desmilitarização da PM e o fim do Genocidio da juventude.

A Manifestação foi alvo de reportagem do Jornal Nacional no próprio dia 15, que vc pode ver no link abaixo.

http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2013/03/familia-de-vladimir-herzog-recebe-novo-atestado-de-obito-nesta-sexta.html

Agora a JR prepara passagens em sala e panfletagens convocando para a manifestação da jornada prevista para o dia 26/03 em São Paulo e uma reunião aberta para reorganizar o núcleo de SP no dia 22/03 às 18h no Centro Cultural São Paulo, no Metrô Vergueiro.


JR na luta pela punição dos assassinos de Alexandre Vanucchi Leme e de todos os crimes da ditadura!