EM DEFESA DE LULA, DAS ORGANIZAÇÕES POPULARES E CONTRA O AJUSTE!

A “condução coercitiva” de Lula e o pedido de prisão preventiva pelo Ministério Público de São Paulo mostram as garras do Poder Judiciário. As manifestações dos “coxinhas” pelo impeachment foi preparada com ataques à sede da UNE, UBES e ANPG em São Paulo, assim como sedes de sindicatos, da CUT, do PT e PCdoB. Essa ofensiva contra Lula e o PT quer pegar as organizações sindicais, populares e da juventude e suas conquistas. Não tem como ficar parado ou, de forma absurda, se negar a defender Lula e lutar contra o impeachment, como faz a extrema esquerda (PSTU e setores do PSOL).

No momento que o ajuste fiscal do governo Dilma aprofunda a situação precária da educação: escolas superlotadas, sem merenda, sem professores e nas universidades a assistência estudantil está cada vez mais ameaçada e as bolsas diminuíram. Pra completar, o governo negociou o projeto de Serra no Senado, que retira a obrigatoriedade da participação da Petrobrás na exploração do Pré-Sal, entregando-o às multinacionais, o que afeta o investimento em educação e o futuro da juventude!

FAÇA AQUI O DOWNLOAD DO PANFLETO

É inaceitável que o governo que elegemos aplique uma política contrária aos nossos interesses! Inclusive, é o próprio partido da presidente, o PT, que exige dela mudança na política econômica, como a derrubada dos juros, por exemplo! O governo tem que mudar de política! Essa política só favorece aos golpistas que querem o impeachment, como o PSDB e a base “aliada” como grande parte do PMDB. O ditado popular está certo: quanto mais ela dá o dedo, mais eles querem o braço!

Em resposta a esses ataques, a Frente Brasil Popular, junto com a CUT, UNE, convocou atos no dia 18 nas capitais e uma marcha à Brasília, no dia 31 de março, contra o golpe, em defesa de Lula, da democracia, da Petrobras e dos direitos e contra o ajuste fiscal e a reforma da previdência!

A Juventude Revolução não tem interesses diferentes dos jovens, por isso, estará ao lado da juventude. Da nossa parte, entendemos que é preciso a mais ampla unidade para defender nossos direitos, barrar os golpistas e cobrar do governo que mude a política!

Nesse momento, em que preparamos o 14º Encontro Nacional (26 a 29 de maio em SP) convidamos os jovens a se somarem a esta luta. Participe das discussões em nossos núcleos!

TODOS ÀS RUAS DIAS 18 E 31 DE MARÇO!