Nota pública da JR

É com tristeza e indignação que recebemos a noticia nesta manhã de domingo, 27 de janeiro de 2013, da tragédia que matou cerca de 233 pessoas e deixou dezenas de feridos, a maioria de jovens, na boate Kiss em Santa Maria, no Rio Grande do Sul. O local abrigava uma festa de estudantes da Universidade Federal de Santa Maria e estavam presentes cerca de 2 mil pessoas.

A Juventude Revolução presta condolências aos familiares e amigos das vitimas, que merecem ampla solidariedade neste momento. Mas além da consternação, estamos também indignados com a situação!

Os jovens, a maioria de universitários, buscavam se divertir e foram vitimas da irresponsabilidade impressionante do poder publico e dos donos da boate.  No inicio do incêndio, segundo denúncias de sobreviventes, os seguranças receberam a ordem de trancar o local para não deixar pessoas sair sem pagar. Havia material altamente inflamável, não havia saídas de emergência adequadas e o local funcionava com o alvará vencido desde agosto!

É preciso punir os responsáveis para que isso não se repita, e que em todo o Brasil a juventude possa ter direito ao acesso a cultura, ao lazer, à diversão e arte!

A União Nacional dos Estudantes deveria convocar imediatamente uma reunião de emergência de sua diretoria, e com o DCE da UFSM se colocar a frente de um movimento para exigir dos poderes públicos a punição dos responsáveis!

A presidente Dilma, do PT, esteve no local prestando solidariedade. Mas o que vai acontecer? O governador Tarso Genro, do PT, anunciou que até quarta-feira terá o resultado de um inquérito policial.

E de fato, é preciso punir os responsáveis, todos os responsáveis! É preciso garantir que  os crimes não fiquem impunes!

O senhor prefeito Cezar Schirmer do PMDB, em entrevista à Globo News, disse que a situação da boate está regularizada! Os bombeiros teriam feito uma vistoria recentemente!

Como é possível?! O prefeito, em silêncio até a noite de hoje, na entrevista afirmou ter impedido o funcionamento nos últimos dias de uma boate do DCE que não teria condições de funcionar. Que explicação pode haver para que uma não possa funcionar por falta de condições, e a outra, empresa privada que visa o lucro, pudesse funcionar com material inflamável, sem saídas de emergência?!

É inaceitável! O prefeito tem, no mínimo, uma explicação a dar, caso contrario será cúmplice do empresário da boate Kiss! Estaria o senhor prefeito à mercê dos empresários donos da Boate?!

Todos os fatos devem ser apurados e os responsáveis punidos. Não deixaremos que a morte desses jovens seja esquecida!

CNJR em 27/01/13

Tragédia em Santa Maria: Solidariedade aos amigos e familiares das vitimas da tragédia na boate Kiss. Punição aos responsáveis!