O “Fora Temer ! Nenhum direito a menos” esteve presente na abertura das Olimpíadas, no Rio de Janeiro. O ato, convocado pela Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo, diversos coletivos e organizações, ocorreu no dia 05/08 e contou com a participação de cerca de 30 mil pessoas.
Mais uma vez, as mobilizações marcam a necessidade de derrubar o governo golpista para defender nossos direitos. Sendo assim, neste ato, as organizações unificaram-se pelo Fora Temer, o que não vinha acontecendo em atos anteriores. No entanto, o número de participantes – menor que nas mobilizações anteriores – demonstram a estagnação nos atos de rua, fruto da confusão nas fileiras da luta contra o golpe, que por parte de alguns setores, encabeçado pela UJS, propõe um plebiscito por novas eleições e outro pede por eleições gerais, que foi muitas vezes citado pelo PSTU durante o ato e amplamente vaiada pela classe trabalhadora e pela Juventude. Todas essas questões só reforçam a necessidade da construção da greve geral por nenhum direito a menos, única saída para derrotar o golpe, como a CUT segue discutindo.
A Juventude Revolução, na primeira atividade após o seu 14º Encontro Nacional, mostrou que está atenta e forte para resistir aos ataques do governo Golpista de Michel Temer. Com esse espirito nos engajamos em construir este ato. O resultado foi uma coluna da JR que, de forma bem organizada, gritou em alto e bom som contra o desmantelamento da educação, contra o fim da exclusividade da Petrobras como operadora única do pré-sal, contra o projeto de “Escola sem partido” etc. Durante o ato, fizemos uma atividade de arrecadação, com a venda de botons pelo “Fora Temer ”, que contou com o empenho de cada militante, mantendo nossa independência financeira.
Agora, devemos manter as forças nos atos nas capitais no dia 09 de Agosto e retomar a discussão em cada núcleo da JR integrando as formas de combater o governo golpista. FORA TEMER! NENHUM DIREITO A MENOS!

Wesley Rage, Militante da JR de Guarulhos.

05/08 NO RIO DE JANEIRO: FORA TEMER! NENHUM DIREITO A MENOS!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *