Drogas não! A juventude precisa de emprego, educação, lazer e cultura!

No dia 19 de setembro aconteceu a 3ª Marcha da Juventude Contra as Drogas e impulsionada pela JR e outras organizações. Estiveram presentes cerca de 250 estudantes de diversas escolas de Maceió, que participaram com muito entusiasmo e alegria na atividade. As delegações e ônibus vindos da maioria das escolas foram fruto de um trabalho minucioso, da coordenação organizadora da Marcha, e dos militantes da JR que realizaram discussões, debates, panfletagens, passagens em sala e colagem de cartazes no centro e na periferia de Maceió.

A concentração da Marcha foi na praça Deodoro, onde houve as falas de representantes da CUT, FETAG, SINDPOL, SINDUNEAL, da própria  JR e professores. Em seguida aconteceu apresentações de Rap com os grupos Nova Nação, Andrey, Nininho (MDE) e também uma roda de break.

Dilma: Combate as drogas é com educação, emprego, saúde e lazer!

Ainda na praça Deodoro, recebemos dois representantes do Governo Federal, Cândido Hilário Bigode da Secretaria Nacional de Relações Político-Sociais e Neri da Costa, da Secretaria Nacional de Juventude. Eles estavam em Alagoas para discutir projetos nas áreas sociais, com foco na violência e aproveitamos e protocolamos com eles nossa pauta de reivindicações exigindo uma parceria entre governo estadual e federal para realização de investimentos em educação, saúde, saneamento, criação de empregos, construção de quadras de esporte, centros culturais, bibliotecas, incentivo a jogos estudantis e festivais culturais e artísticos entre outras necessidades da juventude.

Governador a culpa é sua!

Carregando faixas, bandeiras, cartazes e gritando a palavra de ordem ‘Governador que incompetência. Nosso estado é campeão em violência’ saímos em caminhada pelas ruas do centro, até o palácio do governo. Durante todo o percurso, denunciamos o genocídio que vem vitimando a juventude das periferias alagoanas, só em 2011 foram 2387 homicídios em nosso estado.

 Alagoas é um estado marcado pelo latifúndio, pela miséria e a profunda desigualdade social. Um terreno fértil para o tráfico que se enraizou e causou toda essa violenta devastação. Sem distribuição de renda, Alagoas nunca sairá desse pântano. O desemprego, a falta de perspectiva e as escolas caindo aos pedaços faz com que o trafico de drogas recrute milhares de jovens, alimentando essa ciranda de mortes.

 Diante dessa calamitosa situação, exigimos e conseguimos protocolar nossa pauta de reivindicações no gabinete civil do palácio do governo de alagoas. Uma comissão formada por estudantes e pela coordenação da marcha entrou no palácio e protocolou o documento. Durante os próximos dias, acompanharemos o andamento do processo, lutando pelas nossas reivindicações.

 Uma mesma luta em todo lugar!

Mas não é só em Alagoas que as drogas são um problema para a juventude. Em todo o mundo os capitalistas utilizam a droga como instrumento de destruição e alienação da juventude.  Dopam a juventude para que ela não lute em defesa das reivindicações. Usam a  desculpa de guerra às  drogas para promover o genocídio da juventude, principalmente negra, nas periferias! No Brasil isso é visível em todo lugar!

Nós não aceitamos esta situação! Recusamos a falsa saída da legalização, defendida por um setor da burguesia imperialista como Fernando Henrique Cardoso (PSDB) ex presidente do Brasil, Bill clinton, ex presidente dos EUA e defendida também por setores da esquerda como o PSTU e a direção da juventude do PT.

Nós dizemos em alto e bom som: Nem repressão, nem legalização! A juventude não precisa de drogas, ela precisa de educação, emprego, saúde e lazer!

Por isso a luta não pára n 3° marcha. Continuaremos a mobilização nas escolas e bairros em Alagoas e em todo o país! É necessário construir a luta pelas reivindicações da juventude em todo Brasil!

Zazo, é militante da JR em Alagoas

3° Marcha da Juventude contra as drogas em Alagoas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *