Desde a semana passada, uma onda de ocupações organizadas por estudantes tem tomado as escolas de São Paulo para enfrentar as medidas de fechamento de escolas e de ciclos ou turnos feita pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB). Enquanto escrevemos já são mais de 30 ocupações registradas, ​n​ovas estão sendo planejadas.

No congresso da UBES, em que a JR interviu no ultimo fim de semana​, ​essa questão foi colocada no centro da discussão com uma importante ajuda de nossa intervenção. Foi aprovada ​por unanimidade dos delegados no Conubes, a proposta feita pela Juventude Revolução, de um dia nacional de solidariedade às ocupações e à luta contra o fechamento das escolas a ser realizado no dia 19 em todo o país. Coincidentemente, a primeira escola ocupada, E.E. Diadema, fez quase ao mesmo tempo um chamado no mesmo sentido.

Respondendo ao chamado desses estudantes e da própria UBES, a Juventude Revolução ajudará a organizar panfletagens, passeatas, ocupações simbólicas neste dia 19, reforçando a luta dos estudantes de todo o país em defesa da escola pública.

Não nos enganemos. A medida de Alckmin em SP, assim como a ameaça de Beto Richa no Paraná, ou a entrega de escolas públicas na mãos de Oorganizações Sociais ​e da PM em GOIÁS ​embora tenham a ferocidade caracteristica do PSDB, são alimentadas pela política de ajuste fiscal comanda por Joaquim Levy, que diminui a arrecadação de estados​, nos quais esses governadores ousam tomar medidas deste tipo contra a juventude e o povo trabalhador.

Nas manifestações que ocorrerão em todo o país é preciso exigir de Alckmin no palácio dos bandeirantes: Volte atrás. Recue! Revogue estas medidas! Ao mesmo tempo exigimos de Dilma que ajude a impedir essa b​a​rb​á​rie. O MEC deve intervir se necessário​: é inaceitável fechar escolas públicas! Já passou da hora de Dilma demitir Levy e mudar a política economica, para recuperar a economia e impedir que Alckimin ou outros usem como deculpa o ajuste fiscal para atacar os serviços públicos.

Como cantamos durante o CONUBES: São Paulo, Paraná, ou em qualquer lugar, isso não tem desculpa, se fechar a nossa escola, ocupa, ocupa!

Dia 19 os estudantes terão uma só voz!

19 de novembro: Dia Nacional de Solidariedade à Ocupação de Escolas em SP!