Durante o 20º Congresso da UEE-RJ, a Juventude Revolução do PT interviu na discussão sobre autonomia estudantil, relatando a experiência dos militantes na universidade privada.


Autonomia estudantil significa garantir que o aluno seja capaz de protagonizar sua vida acadêmica, independentemente dos professores e da instituição onde se encontra matriculado e ainda, garantir a independência das entidades de base e das organizações estudantis.

As universidades privadas são campeãs no número de alunos matriculados, segundo o CENSO realizado pelo MEC em 2017, três a cada quatro estudantes da graduação estão na rede privada. E são justamente desses locais que vem vários relatos de cobranças abusivas (e até mesmo ilegais), situações vexatorias com estudantes que atrasam a mensalidade e de precarização do ensino.

Em Volta Redonda, na Universidade Geraldo de Biase, os alunos do curso de Licenciatura em História por exemplo, tem sua liberdade de pesquisa cerseada pelas regras da faculdade. Desde 2018 é obrigatório que o TCC seja realizado em dupla, e que o tema da pesquisa se limite à região Sul-fluminense.

É comum que as instituições privadas reduzam a qualidade do ensino para aumentar sua margem de lucro, e essa prática tende a aumentar, pois recentemente foi aprovado pelo governo Bolsonaro que até 40% das disciplinas nos cursos de graduação sejam a distância.

Como sabemos, existe uma grande dificuldade de organizar o movimento estudantil nesses lugares, muitas vezes o DCE abre mão da sua autonomia ao aceitar o financiamento da universidade, e passa a atuar como um braço da instituição ao invés de agir em função dos estudantes, há casos como o da Estacio de Sá, onde os comunicados do DCE devem passar antes pela aprovação da reitoria. Somos contra essas atitudes e por isso as combatemos.

Por isso, a Juventude Revolução do PT – Núcleo UGB, coloca-se como um ponto de apoio para construir as verdadeiras organizações estudantis, (Diretórios Centrais e Centros academicos) que se disponham a lutar por nossos direitos, na mais ampla unidade dos estudantes que desejam combater por um ensino de qualidade.

Acreditamos que o espaço de uma universidade, é um espaço dos estudantes, e que temos o direito de nos posicionar sobre o nosso ensino e exigir mudanças e melhorias.

Núcleo da Juventude Revolução do PT – UGB / Volta Redonda – RJ.

Autonomia Estudantil na Universidade Privada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *