No dia 21/03 – quarta feira, estudantes da Universidade Federal de Juiz de Fora realizaram manifestação por melhores condições de estudo. A Mobilização foi convocada pelos Centros e Diretórios Acadêmicos do Instituto de Ciências Humanas (ICH) e contou com o apoio do DCE. Mais de 200 estudantes exigiam mais ônibus circulando na Universidade e no novo prédio do ICH que fica no alto de um morro e não tem ônibus suficientes circulando no local.

Foto de Amanda Romero Faulhaber

Foi uma revolta contra a situação que é insustentável. O Transporte publico em Juiz de Fora é de péssima qualidade, é caro e está nas mãos de uma verdadeira máfia, cujos representantes tinham esquema de propina com o ex prefeito da cidade, Alberto Bejani. Apesar dos inúmeros pedidos para aumentar a quantidade de ônibus, a empresa continua ignorando e obriga estudantes a andarem como sardinhas em lata para chegar até a universidade.

Os manifestantes desviaram o transito para o Instituto, como forma de chamar atenção para a distancia que os estudantes são obrigados a percorrer todo dia a pé, faça chuva ou sol. A mobilização foi vitoriosa e obrigou o departamento de transito da cidade a se mexer. Os estudantes esperam logo uma medida para resolver a questão ou então prometeram continuar mobilizados.

Foto de Amanda Romero Faulhaber

Os estudantes aproveitaram para denunciar as péssimas condições do novo prédio que não tem bebedouros, bancos para os estudantes sentarem, cobertura entre a área que leva das salas de aula à cantina e ao Xerox, além de diversos outros problemas.

Os militantes da JR estiveram desde o inicio participando da construção da manifestação e aproveitaram para vender boletins e cartilhas e convocar para reunião que aconteceu no mesmo dia.

Luã Cupolillo, é estudante de história na UFJF e militante da Juventude Revolução.

Em Juiz de Fora estudantes da UFJF se manifestam por transporte público de qualidade!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *