No dia 05/12 cerca de duzentos estudantes do Centro de Ensino Médio 02 do Gama (DF) saíram às ruas da cidade para lutar contra a anulação das eleições para diretoria da escola. O processo eleitoral foi interrompido de forma ditatorial pela secretaria de educação que na apuração dos votos chegou à meia noite destituindo a comissão local alegando falta de lisura no processo e cancelando as eleições, com base em denúncias que nem foram apuradas.


Os estudantes cantavam pelas ruas pedindo respeito aos próprios votos. Na Regional de Ensino foi entregue uma carta de repúdio e um abaixo assinado com cerca de 500 assinaturas. Estamos indignados e não descansaremos até sermos escutados.

Foi mais um fato que provou o caráter da tal “gestão democrática” que não serviu para discutir a implantação da semestralidade nas escolas de Ensino Médio do DF, empurrada pela Secretaria de Educação aos estudantes e professores.

William de Oliveira, militante da JR no DF

Estudantes do CEM 02 do Gama questionam Regional de Ensino