A cada dia que passa o golpe mostra a que veio: destruir nossos direitos. Agora, o novo ataque é contra o ensino médio.
A Medida Provisória 746 – reforma do ensino médio – ataca o direito à educação o direito ao futuro da juventude.

Não à restrição dos conteúdos! O que querem é negar aos estudantes o direito de saber conteúdos de todas as disciplinas. Por isso, só português e matemáticas serão obrigatórias. Ao mesmo tempo, artes, educação física, filosofia e sociologia serão facultativas e, por último, as outras disciplinas o estudante escolherá quais fazer.

Escola não é depósito! A carga horária passará a ser 7h diárias comprometendo a existência de mais de um turno na escola, inviabilizando o EJA, superlotando as turmas. A desculpa seria o ensino integral, mas como fazer isso se a escola não tem estrutura e a educação sofrerá com menos investimentos por parte do governo golpista?

Nenhum centavo à menos! Com o novo modelo de ensino, o repasse de orçamento ao invés de aumentar ele diminuirá, além de que a União após 4 anos de implementado não repassará mais nenhum centavo para os estados e municípios para custear a educação.

Queremos professor de verdade! A medida estabelece que para ser professor a pessoa comprove apenas “notório saber”. Portanto, qualquer pessoa pode dar aula sem fazer concurso público e independente se tem formação ou não.

A luta pela retirada dessa MP deve ser nacional! Em nota, a UBES já repudiou. Poderia, agora, organizar um dia nacional de luta com atos e paralisações. É hora de organizar assembleia em cada escola e universidade para exigir a retirada da MP 746! Venha discutir como ajudar os estudantes e suas entidades a lutar pela retirada.

Confira nosso panfleto: » https://goo.gl/rkIsW5

Não à reforma do ensino médio: pela retirada imediata da MP746!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *