Os núcleos da Juventude Revolução do Rio Grande do Sul realizaram no dia 16/06 em Portão –RS, uma reunião conjunta que contou com a participação de 13 militantes, jovens, estudantes secundaristas e universitários, da ETEP, escola 9 de outubro, da Unisinos, da UFRGS

A reunião discutiu as frentes de intervenção dos militantes, fez um balanço da participação da JR no Ato pela retirada das tropas do Haiti e pela titulação de territórios Quilombola ao redor da Jornada Continental de 1° de junho e como prosseguir a luta pela punição dos crimes da ditadura.

Os militantes concluíram a necessidade de prosseguir os debates em escolas e universidades e decidiram marcar uma reunião com jovens de um quilombo próximo a Portão, buscando avançar  a luta pelo transporte, problema que afeta os quilombolas e a juventude em geral na cidade.

Depois houve discussão sobre a luta pela punição do crimes da ditadura e a preparação do núcleo para o Ato do dia 28/06, organizado por um comitê amplo, do qual participam os militantes da JR em Porto Alegre.

Como preparação para o Ato, os núcleos decidiram realizar colagem de cartazes, panfletagens convocando para o Ato e a reprodução de vídeos – documentários sobre o assunto com os quais podem ser organizados debates e serem feitos de instrumento de arrecadação financeira: Cidadão Boilesen, Estado de Sitio e Batismo de Sangue.

A reunião serviu para reforçar a construção da JR no Rio Grande do Sul.

Reunião estadual no Rio Grande do Sul discute construção, frentes de intervenção e a luta pela punição dos crimes da ditadura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *