Dos dias 30/01 a 01/02, em Fortaleza –CE, diversos estudantes estarão reunidos, discutindo o futuro e o rumo das lutas que os secundaristas e também a UBES irão tomar nos próximos períodos, para a defesa dos direitos e o combate ao governo golpista de Temer!

2016 foi um ano marcado por muitas lutas, diante os ataques centrais do golpista, como a reforma do ensino médio e o congelamentos de gastos, com a PEC 55, os estudantes responderam à altura, ocupando escolas e mais escolas, demonstrando a disposição de lutarem por nenhum direito a menos. Isso ficou claro com o ato em Brasília no dia 29 de novembro, onde os estudantes, junto com suas organizações e com os trabalhadores, tomaram a capital do país e foram fortemente reprimidos pela polícia militar, tendo um cenário de guerra, como há muitos anos não víamos!

Mas houve obstáculos! O atraso de iniciativa das organizações dos estudantes, como UBES, dirigidas pela UJS – ligado ao PcdoB, que queria fazer emendas à MP de reforma do ensino médio, num momento onde não havia possibilidade de emendar e sim, de combate – desviou o foco central da luta tentando “estadualizar” as ocupações, sabotando assim o poder de fogo que o movimento demonstrava ter, tendo que admitir, forçosamente, mesmo que tarde, a luta pela retirada da MP. Isso fez com que ficasse disperso o movimento! Essa situação favoreceu para o crescimento do horizontalismo, reforçando e abrindo, ainda mais, o flanco para os ataques da PM, MBL e os que se colocavam contra as ocupações.

Para nós, da Juventude Revolução, esse 3º Encontro Nacional de Grêmios, deve manter o combate, organizando a juventude para combater os próximos ataques que virão, e nao serão poucos! É preciso com que a UBES assuma a responsabilidade de organizar os estudantes, para que tenhamos um ponto de apoio para a luta e para a resistência. É o que está em jogo nesse 3º Congresso.

Mais do que nunca é Fora Temer. Nenhum Direito a Menos!

Juventude Revolução rumo ao 3º Encontro Nacional de Grêmios!
Classificado como:            

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *