rural-ocupacao
No dia 25 do mês de outubro, a comunidade discente da UFRRJ decidiu em Assembleia geral ocupar a reitoria e todo o prédio administrativo da Universidade no Campus Seropédica. Logo após a assembleia os alunos seguiram em caminhada para o prédio principal, gritando palavras de ordens contra o governo Temer e seus retrocessos.

Os alunos lutam contra a PEC 241 e a MP 746. Mais de 300 alunos estão compondo 24 horas a ocupação. Na ultima assembleia, já em ocupação, 600 alunos estavam presentes.  Os alunos se dividiram em comissões para organizar a ocupação que está prestes a completar três semanas e segue firme e sem previsão de termino.

O Departamento de Educação Física, Matemática, Medicina Veterinária e o Instituto de Educação da Rural também Estão ocupados desde a ultima semana pelos alunos dos seus respectivos  cursos. O campus de Três Rios da UFRRJ no interior do estado e o campus de Nova Iguaçu (IM) na baixada Fluminense também estão ocupados.

Diversos cursos do campus Seropédica estão fazendo assembleias para discutir sobre greve e ocupação, alguns cursos já declararam greve estudantil, como Ciências Sociais e Belas Artes. A ocupação esta em dialogo constante com a reitora reivindicando também mais direitos e melhoras locais para os estudantes da Rural.

O Sindicato de  técnicos da UFRRJ decidiram em assembleia no dia 27 entrarem em greve, mas declararam todo apoio a ocupação e estão em dialogo para continuar por exemplo com o bandejão (RU) aberto para garantir a alimentação dos ocupantes. A adur (associação de docentes da universidade Rural) também declarou todo apoio a ocupação e realizou uma assembleia no dia 3 de novembro, contando com a presença massiva de alunos para discutir indicativo de greve e aprovando paralisação para a próxima semana.

A programação da ocupação conta com mesas, rodas de conversas, atividades culturais, palestras, produzidas pelos próprios alunos. A Juventude Revolução está empenhada e ativa na ocupação da UFRRJ, com militantes integrados em comissões, trabalhando para construir a luta, lado a lado com os demais estudantes.

Ocupação na Rural do Rio segue firme contra PEC 55 e MP 746

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *