A Juventude Revolução declara todo apoio à greve dos petroleiros de 72 horas que começa nesse dia 30. Para resolver o problema do preço de combustíveis a única solução é mudar a política de preços da Petrobras.

A justa reivindicação de redução do preço do Diesel e combustíveis, que levou a deflagração do movimento caminhoneiros, heterogêneo (com trabalhadores e patrões), e que desabasteceu as cidades, levou ao cancelamento de aulas em escolas e faculdades, não será resolvida de fato com medidas de desoneração (como a redução do PIS COFINS) ou adiamento do reajuste.

Sob o comando de Michel Temer e Pedro Parente (atual presidente da estatal), se decidiu atrelar o preço de derivados de petróleo à variação do Dólar e ao preço do Petróleo no mercado mundial. Ao mesmo tempo que fez isso, Parente também diminuiu a capacidade de refino da Petrobras.

O resultado é que em meio a alta do preço do Petróleo, o Brasil anda exportando Petróleo Bruto para importar Petróleo refinado que poderia fazer aqui mesmo no país. Isso abre o mercado para multinacionais e encarece o produto final.

Um dos objetivos dessa “operação” é justamente preparar as condições para privatizar a Petrobras e acabar de entregar de vez o petróleo brasileiro, o que começou com a mudança da Lei do Pré Sal, primeira medida do golpe.

Para defender a Petrobras e o petróleo para a nação e tirar o país da crise que os golpistas afundaram o país, a solução não é intervenção militar como levantam grupos de extrema direita e até alguns caminhoneiros na situação, nem tampouco a escalada jurídico militar em curso no país.

O exército, como seu viu na GLO de Temer, assim como o judiciário, é instrumento de repressão do povo em luta e sustenta a coalizão golpista que aplica fielmente o os planos do capital internacional.

Não a repressão militar! A solução, como afirmou em nota o PT, é Fora Temer e Lula lá!

Conselho Nacional da Juventude Revolução

Todo apoio à greve dos Petroleiros!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *